Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo ab initio da atividade catalítica de dicalcogenetos de tungstênio bidimensionais na redução de CO2

Processo: 18/17462-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de novembro de 2018
Vigência (Término): 31 de outubro de 2020
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Físico-química
Pesquisador responsável:Juarez Lopes Ferreira da Silva
Beneficiário:Henrique Alves Bacco Fonseca
Instituição-sede: Instituto de Química de São Carlos (IQSC). Universidade de São Paulo (USP). São Carlos , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:17/11631-2 - Ciência Computacional de Materiais, AP.PCPE
Assunto(s):Química quântica   Materiais bidimensionais   Dicalcogenetos de metais de transição   Eletrocatálise   Campo elétrico   Análise morfológica   Teoria do funcional da densidade

Resumo

As reações envolvendo CO2 para a obtenção de combustíveis e produtos químicos utilizando eletrocatálise mostra-se como uma estratégia promissora na solução de longo prazo para os problemas da matriz energética baseada em petróleo e consequentemente o aquecimento global. Estas reações possuem barreiras de ativação elevadas, exigindo o emprego de processos catalíticos para sua ocorrência. Os catalizadores mais utilizados são os de metais nobres, os quais, além do alto valor de operação, apresentam dificuldades de aplicação como envenenamento, baixo rendimento, lixiviação, etc. Neste contexto, materiais bidimensionais, em específico dicalcogenetos de metais de transição (DMTs), surgem como bons candidatos ao trabalho em sistemas catalíticos para eletro-conversão de CO2. Sistemas 2D formados pro DMTs possuem átomos de superfície abundantes e de baixa coordenação, muito úteis em processos que envolvem rápida transferência de carga interfacial e fácil catálise eletroquímica. As propriedades destes materiais podem ser ajustadas por variações em sua espessura, por modificação com hétero-átomos, ou por estímulos externos como campo elétrico, tensão e iluminação, fornecendo novas rotas para a engenharia de materiais e para eletrocatálise de CO2. Objetiva-se neste projeto compreender algumas propriedades em DMTs de tungstênio em escala atomística, através dos seguintes tópicos: Estudo da evolução das propriedades morfológicas, eletrônicas e catalíticas para materiais formados por dicalcogenetos de tungstênio, na escala de nano-flocos e nano-camadas; Estudo dos efeitos da dopagem em DMTs de tungstênio a partir da adição de átomos metálicos do tipo: Fe; Co; Ni; e, Cu; Busca de descritores moleculares para a atividade catalítica de DMTs e DMTs dopados com metais de transição aplicados na redução de CO2.