Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação da resistência de união de materiais bioativos utilizados em selamentos cervicais após diferentes medicações em dentes revitalizados

Processo: 17/25687-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de outubro de 2018
Vigência (Término): 30 de setembro de 2019
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Endodontia
Pesquisador responsável:Adriana de Jesus Soares
Beneficiário:Kevillin Bruniely Martiniano da Silva
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia de Piracicaba (FOP). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Piracicaba , SP, Brasil
Assunto(s):Materiais dentários   Medicação intracanal   Resistência de união (odontologia)   Compostos bioativos   Hidróxido de cálcio   Avaliação odontológica

Resumo

O objetivo deste estudo é avaliar a resistência de união de materiais bioativos utilizados em selamentos cervicais após diferentes medicações em dentes revitalizados. Dez incisivos centrais superiores permanentes serão selecionados e os terços cervical e apical serão seccionados. O terço médio obtido será seccionado horizontalmente, obtendo-se 4 slices de 1 mm de espessura (± 0.1 mm) de cada incisivo. Logo após, serão usinados 3 orifícios com 0.8 mm de diâmetro em cada slice. As amostras serão aleatoriamente distribuídas em 12 grupos (n=10), de acordo com a medicação intracanal e o selamento cervical utilizados. Os espécimes receberão uma irrigação padronizada e, em seguida, serão então secos com cones de papel absorvente. Os 4 slices consecutivos de uma mesma raiz serão preenchidos isoladamente com uma das medicações avaliadas: hidróxido de cálcio P.A. associado à água destilada; hidróxido de cálcio P.A. associado à clorexidina gel a 2%; pasta dupla antibiótica (ciprofloxacina e metronidazol); ou pasta tripla antibiótica (ciprofloxacina, metronidazol e minociclina). Após 21 dias em estufa sob temperatura de 37°C, as medicações serão removidas e, em um mesmo slice, cada orifício usinado será preenchido com um dos materiais de selamento testados: MTA branco, MTA HP ou Endosequence Bioceramic Root Repair Material. Em seguida, os slices preenchidos serão armazenados em estufa sob temperatura de 37°C por 7 dias antes de se realizar o ensaio de push-out. A carga será aplicada a uma velocidade de 0,5 mm/min até o deslocamento do material, sendo o resultado expresso em MPa. A média e desvio padrão dos valores serão calculados para cada grupo e os dados serão analisados estatisticamente. Os testes estatísticos a serem utilizados serão determinados após a avaliação dos dados obtidos.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)