Busca avançada
Ano de início
Entree

Determinação da assinatura epigenética relacionada à polarização de neutrófilos humanos de perfis N1 e N2

Processo: 18/12641-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de novembro de 2018
Vigência (Término): 29 de fevereiro de 2020
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Imunologia - Imunologia Celular
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Fabiani Gai Frantz
Beneficiário:Cícero José Luíz dos Ramos Almeida
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto (FCFRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Imunidade inata   Plasticidade celular   Epigênese genética   Neutrófilos

Resumo

Alterações epigenéticas são por definição alterações herdáveis do genoma funcional que não alteram a sequência de nucleotídeos do DNA. A diferenciação celular, é um dos eventos sob controle epigenético, os macrófagos e células T sofrem mudanças como metilação/acetilação para que se diferenciem em M1, M2, Th1, Th2, Th17, por exemplo. A plasticidade celular de células do sistema imune inato e adaptativo pode então estar sob controle epigenético, quando o microambiente infeccioso ou inflamatório define o perfil de diferenciação ou polarização celular. No ambiente tumoral foram identificados neutrófilos polarizados para os perfis N1 e N2, associados respectivamente ao controle e à susceptibilidade tumoral. Aos neutrófilos já foram atribuídos papéis controversos também na tuberculose. Resultados prévios de nosso grupo de pesquisa evidenciaram que pacientes com tuberculose ativa podem apresentar neutrófilos polarizados no sangue circulante, o que se correlacionou com a gravidade da doença. Também, in vitro, demonstramos que neutrófilos podem adquirir o fenótipo polarizado para N1 ou N2 de acordo com as citocinas presentes na cultura. Um dos interesses do nosso grupo de pesquisa é estudar mecanismos e funções das células do sistema imune inato que podem estar relacionados ao controle epigenético. Assim, neste projeto, nosso objetivo será investigar quais alterações epigenéticas estão sob controle da polarização in vitro de neutrófilos, assim como já foi demonstrado para outras células do sistema imune que sofrem plasticidade de acordo com o microambiente.

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.