Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo das vias glutamatérgicas do núcleo medial do complexo amigdaloide na modulação endocanabinóide do hipotálamo ventromedial no comportamento de defesa de camundongos ameaçados por serpentes peçonhentas

Processo: 17/22647-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de novembro de 2018
Vigência (Término): 31 de outubro de 2020
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Psiquiatria
Pesquisador responsável:Norberto Cysne Coimbra
Beneficiário:Tayllon dos Anjos Garcia
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Endocanabinoides   Mecanismos de defesa

Resumo

Tanto o complexo amigdaloide como o hipotálamo ventromedial têm sido implicados no controle do comportamento que tem sido associado ao medo inato. Nosso enfoque é abordar eferências de estruturas telencefálicas ao diencéfalo, como conexões provenientes do núcleo medial do complexo amigdaloide ao núcleo hipotalâmico ventromedial que participem da gênese das respostas comportamentais do tipo pânico. Determinadas tais aferências ao hipotálamo, um passo adicional desse estudo consiste em abordar os núcleos amigdaloides pvMEA e o pBMA responsáveis por filtrar informações oriundas de estímulos aversivos e conduzi-los à divisão dorsomedial do hipotálamo ventromedial (dmVMH), em um contexto onde essa complexa rede neural estaria ativada pela exposição a um predador. No âmbito geral do presente projeto, temos por objetivos avaliar a relevância da amígdala medial e do hipotálamo ventromedial na modulação de circuitos neurais responsáveis pela geração do comportamento defensivo. Será também avaliado se essa conexão pode sofrer interferências de mecanismos endocanabinoides hipotalâmicos. Especificadamente, usaremos técnicas morfológicas e farmacológicas para testar a hipótese da existência de conexões glutamatérgicas eferentes ao dmVMH oriundas da pBMA e pvMEA modulando, através de mecanismos endocanabinoides via receptores CB1, as respostas do tipo pânico induzidas pela exposição a serpentes peçonhentas, em um modelo experimental de medo incondicionado.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
DOS ANJOS-GARCIA, TAYLION; COIMBRA, NORBERTO CYSNE. Opposing roles of dorsomedial hypothalamic CB1 and TRPV1 receptors in anandamide signaling during the panic-like response elicited in mice by Brazilian rainbow Boidae snakes. Psychopharmacology, v. 236, n. 6, p. 1863-1874, JUN 2019. Citações Web of Science: 2.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.