Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise do papel do T6SS de Salmonella in vivo durante infecção de Danio rerio

Processo: 18/17285-1
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Pesquisa
Vigência (Início): 01 de setembro de 2019
Vigência (Término): 30 de setembro de 2019
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia - Biologia e Fisiologia dos Microorganismos
Convênio/Acordo: European Research Council
Pesquisador responsável:Ethel Bayer Santos
Beneficiário:Ethel Bayer Santos
Anfitrião: Serge Mostowy
Instituição-sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Local de pesquisa : London School of Hygiene and Tropical Medicine, Inglaterra  
Vinculado ao auxílio:17/02178-2 - Função de sistemas de secreção do tipo VI de bactérias patogênicas na interação com células eucarióticas, AP.JP
Assunto(s):Salmonella   Peixe-zebra   Macrófagos   Microscopia intravital

Resumo

Muitas bactérias patogênicas dependem de sistemas de secreção para modular a resposta de seus hospedeiros. O sistema de secreção do tipo VI (T6SS) está presente em diversos patógenos de animais e plantas. Os sorotipos de Salmonella enterica compreendem bactérias Gram-negativas intracelulares facultativas responsáveis por causar infecções em vertebrados. Salmonella Typhimurium codifica um T6SS a partir da ilha de patogenicidade SPI-6 e deleção de genes essenciais para o funcionamento desse sistema tornam as bactérias menos virulentas em modelos de infecção sistêmica de camundongos, indicando que o T6SS desempenha importante papel durante a infecção. No entanto, os mecanismos moleculares pelos quais o T6SS contribui para a disseminação sistêmica promovendo a colonização de órgãos internos ainda não está esclarecido. A fase larval do peixe-zebra (Danio rerio) tem sido comumente utilizada para o estudo de infecções bacterianas por ser opticamente acessível e possibilitar a investigação do processo de infecção, incluindo a interação das bactérias com células do sistema imune in vivo. Nesse contexto, essa proposta tem como objetivo utilizar um modelo de infecção de peixe-zebra para estudar a contribuição do T6SS de Salmonella durante a infecção e sobrevivência dentro de células do sistema imune inato in vivo. Essa proposta é parte do projeto de auxílio a pesquisa modalidade jovem pesquisador.