Busca avançada
Ano de início
Entree

Impacto da Profilaxia-Pré-Exposição ao HIV (PrEP) sobre a qualidade de vida dos usuários no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS)

Processo: 18/12555-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de outubro de 2018
Vigência (Término): 30 de setembro de 2019
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Aluisio Augusto Cotrim Segurado
Beneficiário:Michelle Kaoru Takada de Souza
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Infectologia   Sistema Único de Saúde   Profilaxia pré-exposição   Grupos de risco   HIV   Qualidade de vida   Delineamento experimental   Inquéritos e questionários   Coleta de dados

Resumo

O presente estudo objetiva avaliar o impacto de aplicação da Profilaxia Pré-Exposição (PrEP) sobre a Qualidade de Vida (QV) de seus usuários, no âmbito da recente implantação dessa profilaxia no Sistema Único de Saúde (SUS) para grupos de alto risco de infecção pelo HIV. Para tal, será utilizado um delineamento de cunho observacional, baseado na aplicação do questionário WHOQOL-bref em indivíduos que passaram na consulta de triagem do Serviço de Extensão ao Atendimento de Pacientes HIV/aids (SEAP) do HCFMUSP. As questões serão respondidas em dois momentos: antes da primeira dispensação do fármaco e após 7 meses desde o primeiro atendimento. Além disso, a caracterização da população estudada será feita pela coleta de dados descritivos das fichas 1, 2 e 4 do Siclom e pela aplicação de uma ficha complementar no mesmo dia da primeira aplicação do instrumento para avaliação da QV. Após a montagem do banco de dados e análise, os resultados serão expressos em escores para cada um dos domínios do WHOQOL-bref (psicológico, físico, relações sociais e meio ambiente) e individualmente para as duas primeiras questões do questionário, relativas à percepção global da QV e à percepção global da saúde, respectivamente. Então, as informações dos dois questionários serão comparadas. Com isso, espera-se gerar um conhecimento, até então inexistente na literatura, que ajude a avaliar o quanto essa nova política pública atende aos objetivos de promoção de saúde, integralidade e cuidado centrado no paciente preconizados pelo SUS.

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.