Busca avançada
Ano de início
Entree

Catalogação de fontes variáveis e ciência tipo IFU em levantamentos fotométricos multibanda

Processo: 18/21661-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de novembro de 2018
Vigência (Término): 31 de outubro de 2020
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Astronomia - Instrumentação Astronômica
Pesquisador responsável:Claudia Lucia Mendes de Oliveira
Beneficiário:Fábio Rafael Herpich
Instituição-sede: Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas (IAG). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:11/51680-6 - Explorando o universo: da formação de galáxias aos planetas tipo-terra, com o Telescópio Gigante Magellan, AP.ESP
Assunto(s):S-plus   Instrumentação

Resumo

O Southern Photometric Local Universe Survey (S-PLUS) tem como objetivo mapear 8000 graus quadrados do céu do hemisfério Sul com doze bandas ópticas usando um novo telescópio robótico dedicado de 0,8 m no Cerro Tololo, T80-South, e um imageador óptico de campo grande. Na primeira divulgação de dados (DR1) do SPLUS, imagens e catálogos de 160 graus quadrados para a região do SDSS STRIPE-82 foram disponibilizados. O projeto descrito abaixo envolve estudos a serem realizados com dados de DR1 e dados de colaboração interna no aglomerado de galáxias Hydra que, posteriormente, serão estendidos a todas as áreas do S-PLUS e ao J-PAS.O pós-doutorando terá duas tarefas principais: 1) criar um catálogo de todas as estrelas variáveis conhecidas no DR1 e estudar suas propriedades através das doze bandas fotométricas S-PLUS combinadas com dados da literatura, 2) fazer a caracterização de populações estelares para todas as galáxias presentes no DR1 mais brilhantes do que r = 18. O primeiro nos permitirá caracterizar as propriedades espectrais de centenas de estrelas variáveis de tipo ainda desconhecido, especialmente aquelas cujos fluxos variáveis estão fortemente relacionados às propriedades físicas intrínsecas das fontes. O pós-doutorando desenvolverá ferramentas para detectar variáveis com períodos entre 30s e 100 min. O segundo subprojeto tem como objetivo determinar idades, metalicidades e abundâncias para as galáxias brilhantes do STRIPE-82 usando diferentes métodos. Em ambos os casos, o objetivo final é também produzir ferramentas para o levantamento do J-PAS, que cobrirá 8000 graus quadrados em 59 faixas estreitas até i = 22,5.A Astronomia moderna entrou em uma nova era de aquisição massiva de dados. A atual e a nova geração de levantamentos fotométricos (SDSS, PanSTARRS, DES, LSST ou J-PAS, entre outros) fornecerão informações multicor para milhões de galáxias, permitindo estudos cosmológicos precisos em diferentes épocas cósmicas. Nesse contexto, um grande esforço (uma parceria entre a FAPESP e várias outras instituições) levou à construção de um telescópio robótico chamado T80-South para pesquisar 8000 graus quadrados do céu do hemisfério sul em 12 bandas. O objetivo desta proposta é explorar esses dados. O DR1 cobre 160 graus quadrados dentro do STRIPE-82, uma região do SDSS explorada por vários estudos, em diferentes comprimentos de onda. O T80-South é um telescópio robótico Ritchey-Chretien de 80 cm, localizado no Cerro Tololo, equipado com uma câmera CCD de grande formato (campo de 2 deg2 com 0.55 arcsec pixels), que está executando o S-PLUS (www.splus.iag.usp.br/en) nos próximos quatro anos . O S-PLUS cobrirá 8000 graus quadrados principalmente do hemisfério sul, a uma profundidade semelhante à Sloan Digital Sky Survey, em 12 bandas (5 bandas do tipo Sloan e 7 filtros de banda estreita centrados em características estelares proeminentes). O T80-South iniciou suas operações regulares em agosto de 2017. O S-PLUS foi projetado para encontrar estrelas de baixa metalicidade e azuis do ramo horizontal, quasares high-z, determinar as propriedades físicas de galáxias próximas e mapear a estrutura de larga escala no universo próximo.

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.