Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise morfológica e genotóxica do fotoenticine no tratamento de gliossarcoma

Processo: 18/15302-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de novembro de 2018
Vigência (Término): 31 de outubro de 2019
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Biofísica - Radiologia e Fotobiologia
Pesquisador responsável:Juliana Ferreira Strixino
Beneficiário:Rainara Moreno Sanches de Almeida
Instituição-sede: Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento (IP&D). Universidade do Vale do Paraíba (UNIVAP). São José dos Campos , SP, Brasil
Assunto(s):Fotobiologia   Fármacos fotossensibilizantes   Terapia fotodinâmica   Genotoxicidade   Gliossarcoma   Análise morfológica   Microscopia confocal   Microscopia eletrônica de varredura

Resumo

O gliossarcoma é um tumor maligno primário e uma variante histopatológica do glioblastoma multiforme (GBM) isocitrato desidrogenase (IDH) de tipo selvagem, o mais raro e severo tumor cerebral. O tratamento padrão atual consiste em quimioterapia, radioterapia e ressecção cirúrgica do tecido maligno, entretanto, apesar dos inúmeros avanços nas técnicas o prognóstico segue desfavorável. A raridade e o alto grau de especificidade do tumor necessitam do desenvolvimento de tratamentos alternativos. A terapia fotodinâmica (TFD) é uma técnica não invasiva que vem se destacado como forma alternativa no tratamento do câncer, por não apresentar os efeitos colaterais associados aos tratamentos sistêmicos encontrado nos métodos convencionais. A reação emprega um fotossensibilizador (FS), luz em comprimento de onda específico e oxigênio molecular, capaz de levar a produção de espécies reativas de oxigênio. O objetivo deste trabalho é avaliar a morfologia e genotoxicidade de células de gliossarcoma 9L/LacZ submetidas a TFD com a clorina e6 Fotoenticine. Será utilizado o FS nas concentrações de 200 ¼g/ml, 6,25 ¼g/ml e 12,5 ¼g/ml e a fonte de luz será um dispositivo a base de LED (Biopdi/Irrad-Led 660) formado por 54 LEDs, com 70mW de potência na região de 660 nm. Para análise da ação da terapia, serão realizadas imagens por microscopia confocal a fim de observar alterações no citoesqueleto de actina, lisossomos e mitocôndrias, antes e após a TFD. Também serão realizados testes para identificar a via de morte celular após o tratamento por meio do teste de necrose e apoptose por Anexina e Iodeto de Propídio, também serão realizados os testes do cristal violeta e o teste do cometa para avaliação da genotoxicidade do FS e imagens por meio de Microscopia eletrônica de Varredura (MEV) para observar características morfológicas superficiais.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
VITORIO, GABRIELLE DOS SANTOS; DE ALMEIDA, RAINARA MORENO SANCHES; PINTO, JULIANA GUERRA; FONTANA, LETICIA CORREA; FERREIRA-STRIXINO, JULIANA. Analysis of the effects of Photodynamic therapy with Photodithazine on the treatment of 9l/lacZ cells, in vitro study. Photodiagnosis and Photodynamic Therapy, v. 34, JUN 2021. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.