Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação de fatores de risco para trombose em pacientes com diagnóstico de câncer sólido em duas populações do sudeste brasileiro

Processo: 18/20440-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de outubro de 2018
Vigência (Término): 31 de julho de 2019
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Joyce Maria Annichino-Bizzacchi
Beneficiário:Ariane Andre de Oliveira
Instituição-sede: Centro de Hematologia e Hemoterapia (HEMOCENTRO). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:16/14172-6 - Investigação de aspectos fisiopatológicos e novas abordagens terapêuticas em doenças tromboembólicas, AP.TEM
Assunto(s):Trombose   Neoplasias   Fatores de risco

Resumo

O TEV é uma complicação frequente nos pacientes com câncer, que tem um risco de 4 a 7 vezes maior de seu desenvolvimento, associado à elevada morbimortalidade. O TEV é a principal causa direta de morte nos pacientes com neoplasia, e a EP é três vezes mais frequente nestes quando comparado aos pacientes sem câncer. Vários fatores de risco para TEV associado ao câncer foram descritos, sendo os principais relacionados ao paciente (idade, sexo e raça), ou ao tumor propriamente (estadiamento da doença, tipo histológico, local). Vários estudos vêm demonstrando que o risco de TEV é maior no período imediatamente após o diagnóstico do câncer e associado ao tratamento cirúrgico ou medicamentoso. O projeto terá como objetivo determinar parâmetros clínicos e laboratoriais associados a TEV em pacientes com câncer sólido, sem tratamento, acompanhados em dois serviços públicos de universidades do sudeste brasileiro, nos ambulatórios de oncologia do Hospital das Clínicas da UFMG e do Hospital das Clínicas da UNICAMP, incluindo o escore de Khorana.

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.