Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação das propriedades biológicas, físicas e químicas da medicação intracanal à base de biocerâmico BIO-C temp

Processo: 18/16848-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2018
Vigência (Término): 31 de outubro de 2021
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Endodontia
Pesquisador responsável:Paulo Sergio Cerri
Beneficiário:Camila Soares Lopes
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia (FOAr). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araraquara. Araraquara , SP, Brasil
Assunto(s):Teste de biocompatibilidade   Materiais biomédicos   Irrigantes do canal radicular   Imuno-histoquímica   Propriedades físico-químicas

Resumo

O objetivo deste estudo será avaliar a resposta sistêmica, biocompatibilidade, potencial bioativo e propriedades físicas e químicas da medicação intracanal à base de biocerâmico, BIO-C TEMP, em comparação a pasta Calen. Tubos de polietileno serão implantados no subcutâneo dorsal de 60 ratos distribuídos nos grupos BIO-C TEMP (GBIO), Calen (GCAL) e Controle (GC-tubos vazios). Após 7, 15, 30 e 60 dias, os animais serão anestesiados e o sangue será coletado por punção cardíaca para obtenção de soro para as análises das concentrações de cálcio, fósforo e fosfatase alcalina pelo método de quimiluminescência. Subsequentemente, os animais serão sacrificados e os implantes com os tecidos adjacentes serão removidos e fixados em formaldeído. Cortes longitudinais serão coradas com Hematoxilina e Eosina (HE) para análise morfológica, e obtenção do número de células inflamatórias e espessura das cápsulas. As reações imuno-histoquímica para a detecção de interleucina-6 (IL-6), fator de crescimento endotelial vascular (VEGF), osteopontina (OPN) e osteocalcina (OCN) nas cápsulas serão realizadas. O método de von Kossa será realizado para detecção de depósitos de cálcio. Para avaliação do pH, (n= 10/grupo) tubo de polietileno preenchidos com BIO-C TEMP ou Calen serão imersos em água destilada e após 12 horas, 1, 3, 7, 14, 21 e 28 dias o pH do meio será mensurado. A radiopacidade dos materiais será calculada por meio da densidade óptica do alumínio. Para avaliação da solubilidade, dentes acrílicos serão digitalizados em microtomografia imediatamente após o preenchimento dos canais radiculares com os materiais (n= 10/grupo) e após 7, 15 e 30 dias. A perda volumétrica será calculada pela diferença entre o volume inicial e final. Para a análise de resíduos dos medicamentos, dentes unirradiculares humanos extraídos serão distribuídos em GBIO e GCAL (n=40/grupo). Após 30 dias, as medicações serão removidas por meio de irrigação manual convencional ou irrigação ultrassônica passiva (n=10/grupo), os dentes serão seccionados longitudinalmente e analisados em estereomicroscópio; a porcentagem de resíduo aderido a parede radicular será calculada por meio do software ImageJ. Os dados obtidos serão submetidos aos testes estatísticos adequados para análise, com nível de significância 5%. (AU)