Busca avançada
Ano de início
Entree

Viabilidade técnica para a produção de peixes ornamentais marinhos nativos

Processo: 18/18555-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas - PIPE  
Vigência (Início): 01 de novembro de 2018
Vigência (Término): 31 de julho de 2019
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Recursos Pesqueiros e Engenharia de Pesca - Aquicultura
Pesquisador responsável:Cristina Vaz Avelar de Carvalho
Beneficiário:Cristina Vaz Avelar de Carvalho
Empresa:Cristina Vaz Avelar de Carvalho
CNAE: Aqüicultura em água salgada e salobra
Vinculado ao auxílio:17/22881-0 - Viabilidade técnica para a produção de peixes ornamentais marinhos nativos, AP.PIPE
Assunto(s):Piscicultura   Peixes ornamentais   Peixes marinhos   Larva   Técnicas de reprodução   Sustentabilidade

Resumo

A produção de peixes ornamentais continentais e marinhos é considerada um agronegócio rentável que movimenta milhões de dólares anualmente. Cerca de 90% dos peixes ornamentais de água doce comercializados no mundo são produzidos em cativeiro, enquanto que a grande maioria dos marinhos ainda são oriundos da coleta no ambiente. O Brasil possui uma grande diversidade de espécies marinhas, com muitos organismos endêmicos, com elevada demanda e valor comercial. Dentro deste contexto de desafios tecnológicos, o projeto tem como objetivo viabilizar a produção sustentável de duas espécies ornamentais marinhas e nativas: Centropyge aurantonotus e Holacanthus tricolor através do desenvolvimento de técnicas para a produção de juvenis em laboratório. No mercado internacional, juvenis selvagens de H. tricolor são comercializados no valor de 50 - 70 US$/unidade e exemplares de C. aurantonotus são raros, podendo alcançar valores ainda maiores. Para viabilizar a reprodução e Larvicultura das duas espécies o projeto irá contar com a equipe técnica especializada em peixes marinhos e com informação técnica disponível. Além disto, o projeto visa avaliar a viabilidade econômica para a produção dessas duas espécies. O cumprimento dos objetivos do PIPE Fase 1 permitirá a obtenção de dados que subsidie a estruturação de um projeto de produção comercial destas espécies e a preparação da proposta para a Fase 2 do PIPE. (AU)