Busca avançada
Ano de início
Entree

Cairu, um leitor de David Hume: ciência e crítica documental no discurso historiográfico de José da Silva Lisboa (1825 - 1830)

Processo: 18/19659-6
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Iniciação Científica
Vigência (Início): 14 de janeiro de 2019
Vigência (Término): 27 de março de 2019
Área do conhecimento:Ciências Humanas - História - Teoria e Filosofia da História
Pesquisador responsável:Sara Albieri
Beneficiário:Lucas da Costa Mohallem
Supervisor no Exterior: Roberta Giannubilo Stumpf
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa : Universidade Nova de Lisboa, Portugal  
Vinculado à bolsa:17/18600-5 - Cairu, um leitor de David Hume: ciência e crítica documental no discurso historiográfico de José da Silva Lisboa (1825-1830), BP.IC
Assunto(s):Epistemologia   Filosofia da história   História do Brasil Império

Resumo

Este projeto tem como objeto de análise a obra História dos Principais Sucessos Políticos do Império do Brasil (1825-1830), ao longo da qual seu autor, José da Silva Lisboa, o Visconde de Cairu, refere-se reiteradas vezes à História da Inglaterra, de David Hume, como um exemplo modelar de escrita da história. A partir destas referências, a presente proposta de Iniciação Científica visa analisar a apropriação feita pelo Visconde de Cairu do método historiográfico elaborado por David Hume, particularmente no que diz respeito aos expedientes de crítica documental. Este projeto pretende contribuir para a compreensão da historiografia do Visconde de Cairu por meio da comparação de seus escritos com a História da Inglaterra, a fim de lançar luz sobre um aspecto ainda pouco explorado de sua obra histórica - a saber, suas afinidades metodológicas com David Hume. (AU)