Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização estrutural de proteínas de superfície de Leptospira interrogans - uma visão das interações patógeno-hospedeiro

Processo: 18/20321-0
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 17 de dezembro de 2018
Vigência (Término): 31 de agosto de 2019
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia - Microbiologia Aplicada
Pesquisador responsável:Ana Lucia Tabet Oller Do Nascimento
Beneficiário:Jademilson Celestino dos Santos
Supervisor no Exterior: Partho Ghosh
Instituição-sede: Instituto Butantan. Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa : University of California, San Diego (UC San Diego), Estados Unidos  
Vinculado à bolsa:17/25167-6 - Caracterização estrutural de proteínas de superfície de Leptospira interrogans e termodinâmica da interação com componentes do hospedeiro, BP.PD
Assunto(s):Etiologia   Leptospira interrogans   Biologia estrutural   Leptospirose

Resumo

A leptospirose é uma zoonose distribuída mundialmente, com alta prevalência em regiões tropicais e subtropicais, sendo identificada como uma doença infecciosa emergente. Anualmente, mais de 1 milhão de casos de leptospirose são relatados em humanos, com aproximadamente 60.000 mortes anuais. Espécies patogênicas de Leptospira causam a doença colonizando os rins de animais silvestres e domésticos. Os seres humanos são contaminados através do contato com essas bactérias por meio da urina de animais infectados - principalmente ratos em áreas urbanas. Os aspectos moleculares relacionados à virulência e patogênese da Leptospira ainda são pouco conhecidos. Esta falta de informação molecular tem limitado o desenvolvimento de vacinas ou diagnósticos eficientes. Nosso grupo tem investigado as sequências do genoma de proteínas expostas à superfície de L. interrogans, pois, algumas dessas proteínas são capazes de interagir com os componentes do hospedeiro e participarem do estabelecimento da infecção. Uma interação importante ocorre entre a proteína Lsa33, exposta à superfície, com o fibrinogênio (Fg) da cascata de coagulação, resultando em diminuição da coagulação da fibrina e favorecendo a disseminação bacteriana. Neste contexto, o objetivo desta proposta é revelar um possível mecanismo de patogênese da L. interrogans. Para isso, pretendemos utilizar abordagens bioquímicas e biofísicas para determinar as estruturas da Lsa33 livre e do complexo Lsa33-Fg. O grupo do Prof. Partho Ghosh da UCSD tem uma longa experiência no uso da biologia estrutural para entender como as proteínas produzidas por patógenos microbianos interagem com macromoléculas do hospedeiro, incluindo proeminentemente o Fg, e como essas interações levam a doenças infecciosas. Este estágio será extremamente benéfico, pois trará experiências na intersecção da biologia estrutural com as interações patógeno-hospedeiro.