Busca avançada
Ano de início
Entree

Portugal brasileiro: figurações do universo português no pensamento de Mário de Andrade

Processo: 18/17481-5
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Pesquisa
Vigência (Início): 03 de dezembro de 2018
Vigência (Término): 02 de fevereiro de 2019
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Letras - Literatura Brasileira
Pesquisador responsável:Mirhiane Mendes de Abreu
Beneficiário:Mirhiane Mendes de Abreu
Anfitrião: Fernando Manuel Cabral Martins
Instituição-sede: Escola de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (EFLCH). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus Guarulhos. Guarulhos , SP, Brasil
Local de pesquisa : Universidade Nova de Lisboa, Portugal  
Assunto(s):Epistolografia   Narrativa   Portugal   Modernismo   Mário de Andrade

Resumo

A imagem de Portugal e suas ambivalências marcaram a constituição do pensamento de Mário de Andrade. Cartas trocadas com intelectuais portugueses, colaborações em periódicos daquele país, marcas de leitura em livros, manuscritos, estudos e outros materiais localizados em seu arquivo formam um corpus no qual se pode rastrear a investigação sistemática do autor sobre o universo cultural lusitano, problema não explorado amplamente pela sua fortuna crítica, ainda que referido em estudos de perspectiva panorâmica sobre o período modernista. Este projeto de pesquisa almeja efetivar esse exame, entendendo que o autor debruçou-se sobre o conteúdo cultural português e o incorporou às suas inquietações, inserindo nelas as concepções sobre o ato de narrar. Serão dois os procedimentos metodológicos adotados: a reunião do conjunto textual esparso, produzindo uma antologia do conjunto dedicado a aspectos da cultura portuguesa; e a edição anotada da correspondência entre ele e os portugueses, efetuada por meio de pesquisa em espólios portugueses e em seu arquivo pessoal. Formula-se como hipótese norteadora o princípio segundo o qual o vasto corpus constituído por textos avulsos e pela correspondência permite entrever os significados simbólicos centrais do universo português na enunciação do pensamento de Mário de Andrade, os quais pertencem tanto à narrativa da construção histórico-cultural do país, quanto ao diálogo contemporâneo que fez de Portugal expressivo interlocutor.