Busca avançada
Ano de início
Entree

Quantificação das populações microbianas e da fermentação ruminal de bovinos Nelore alimentados com diferentes níveis de inclusão de grãos de milho úmidos de destilaria na dieta

Processo: 18/09731-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de novembro de 2018
Vigência (Término): 31 de outubro de 2020
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Zootecnia - Nutrição e Alimentação Animal
Pesquisador responsável:Mário de Beni Arrigoni
Beneficiário:Pablo de Souza Castagnino
Instituição-sede: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Gado Nelore   Fermentação ruminal   Acidose   Microbiologia

Resumo

As interações entre as populações microbianas podem ser alteradas devido as estratégias nutricionais adotadas, apresentando efeito sobre a dinâmica de fermentação ruminal e consequentemente no desempenho dos animais. A utilização de coprodutos industriais nas dietas de confinamento de bovinos de corte vem se tornando cada vez mais comum em virtude da necessidade de redução de custos com alimentação. Uma opção promissora são os grãos de destilaria, advindos da produção de etanol a partir do milho. As informações sobre as modificações das populações microbianas e dos parâmetros fermentativos de bovinos Nelore alimentados com dietas ricas em concentrado e grãos úmidos de destilaria é inexistente e o conhecimento destas informações é essencial para a formulação de dietas que modulem a fermentação ruminal e potencializem o desempenho animal. Desse modo, objetivou-se com o presente estudo avaliar os efeitos da inclusão de diferentes níveis de grãos úmidos de destilaria (WDG) em dietas ricas em concentrado sobre os efeitos nas proporções das populações microbianas ruminais e dos parâmetros de fermentação de bovinos Nelore. Serão utilizados oito bovinos machos da raça Nelore, canulados no rúmen e com peso inicial médio de 390 kg, alocados aleatoriamente em baias individuais e submetidos a um delineamento experimental de quadrado latino replicado (4x4). Os animais serão distribuídos em 4 tratamentos: T1: 0%; T2: 15%; T3: 30% e T4: 45% de WDG na matéria seca (MS) dietética. As dietas experimentais serão formuladas com milho moído, farelo de soja, núcleo mineral e feno de tifton 85. O experimento será conduzido em quatro períodos de 21 dias sendo 14 dias de adaptação a dieta experimental e os últimos 7 dias destinados a quantificação das populações microbianas utilizando a técnica de PCR em tempo real e demais parâmetros fermentativos. Os dados serão analisados por contrastes ortogonais pelo procedimento PROC MIXED do software estatístico SAS (SAS Inst. Inc., Cary, NC).

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.