Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação do tecido cardíaco em um modelo de Duchenne

Processo: 18/10397-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de novembro de 2018
Vigência (Término): 31 de outubro de 2019
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fisioterapia e Terapia Ocupacional
Pesquisador responsável:Renata Kelly da Palma
Beneficiário:Camilla Cristiane de Carvalho
Instituição-sede: Universidade Nove de Julho (UNINOVE). Campus Vergueiro. São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Histopatologia   Distrofia muscular de Duchenne   Fibrose   Coração   Ácido ursólico   Modelos animais de doenças

Resumo

INTRODUÇÃO: A distrofia muscular de Duchenne é a forma mais grave de distrofia muscular, causada por mutações no gene responsável pela produção de distrofina, porém possui um diagnóstico difícil, sem cura e com poucos tratamentos. O alto índice de mortalidade é causado por fibrose do miocárdio. Múltiplas estratégias de tratamento estão sendo investigadas e vem se apresentando como promessa para a distrofia muscular de Duchenne. Dentre elas o ácido ursólico (AU) vem sendo utilizado como tratamento, já que seu consumo otimiza o aumento da massa muscular esquelética. OBJETIVO: Avaliar o tecido cardíaco em um modelo experimental mdx suplementado com Ácido Ursólico. MATERIAIS E METODOS: Serão utilizados 10 camundongos mdx, dividos em 2 grupos controle solução fisiológica (n=5) e grupo tratado AU (n=5). Para análise histopatológica dos músculos será utilizado Coloração de Hematoxilina-Eosina (H&E), na identificação das fibras colágenas será utilizado Tricromo de Massom, além de análise Microscopia Eletrônica de Varredura (MEV).