Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise optogenética da influência do sistema GABAérgico na antinocicepção induzida por estimulação elétrica do córtex insular na dor neuropática

Processo: 18/20702-3
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Mestrado
Vigência (Início): 01 de maio de 2019
Vigência (Término): 31 de outubro de 2019
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia Geral
Pesquisador responsável:Camila Squarzoni Dale
Beneficiário:Heloísa Alonso Matielo
Supervisor no Exterior: Gerald W Zamponi
Instituição-sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa : University of Calgary, Canadá  
Vinculado à bolsa:17/25399-4 - Estudo da modulação GABAérgica na circuitaria envolvida na analgesia induzida pela estimulação elétrica do córtex insular, BP.MS
Assunto(s):Optogenética   Dor neuropática   Neurofisiologia

Resumo

A dor neuropática é uma das condições mais rebeldes ao tratamento antálgico, tornando a busca por novas terapias efetivas extremamente urgente. O córtex insular é um novo alvo potencial para a neuromodulação, uma vez que está intimamente envolvido na integração e modulação central da dor e é profundamente afetado nos estados de dor neuropática. Demonstramos recentemente que a estimulação elétrica do córtex insular induz antinocicepção em ratos submetidos a um modelo de dor neuropática, por mecanismos que envolvem a inibição da ativação neuronal no córtex cingulado anterior (ACC) e a modulação do sistema gabaérgico na ínsula. Neste trabalho, objetivamos avaliar a influência de neurônios inibitórios gabaérgicos positivos à parvalbumina (PV +) na nocicepção mecânica e térmica, bem como analisar a presença de projeções gabaérgicas diretas da ínsula posterior ao ACC. Para este fim, camundongos PV-Cre (Jackson Laboratories) submetidos a uma injeção viral com vírus AAV DIO ChR2-mCherry ou AAV DIO Arch3-GFP serão submetidos a fotoestimulação optogenética no ACC (coordenadas estereotáxicas: +1,00 mm rostral a bregma; 0 , 25mm medio-lateral à fissura sagital; 1,65 profundidade), submetidos ao teste aestesiômetro e ao teste plantar para avaliação da sensibilidade mecânica e térmica, respectivamente. Os resultados a serem demonstrados irão consolidar a influência insular gabaérgica na modulação da dor neuropática.