Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo de permeação in vitro de emulsão contendo ácido vanílico

Processo: 18/20552-1
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Iniciação Científica
Vigência (Início): 28 de janeiro de 2019
Vigência (Término): 27 de abril de 2019
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Farmácia
Pesquisador responsável:Marcos Antonio Corrêa
Beneficiário:Gabriel Urbino Phelipe
Supervisor no Exterior: Ana Melero Zaera
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas (FCFAR). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araraquara. Araraquara , SP, Brasil
Local de pesquisa : Universitat de València, Espanha  
Vinculado à bolsa:18/05937-4 - Ácido vanílico: estudo da viabilidade de utilização como ativo cosmético, BP.IC
Assunto(s):Cosmetologia   Dermocosméticos   Creme para a pele   Ácido vanílico   Produtos novos

Resumo

A indústria de cosméticos constitui um dos segmentos mais importantes da economia mundial. No setor de cosméticos, as inovações são incessantes e estão muito relacionadas ao desenvolvimento de novos produtos. Considerando o cenário atual no qual busca-se o cuidado e conservação da pele, pode-se enxergar claramente que o segmento envolvendo o tratamento preventivo da pele ou das preparações com potencial antienvelhecimento apresentam forte tendência de crescimento. Os ácidos fenólicos são algumas das substâncias que constituem o grupo dos compostos fenólicos e apresentam propriedades antioxidantes, que funcionam como sequestradores de radicais e algumas vezes como quelantes de metais agindo tanto na etapa de iniciação, quanto na propagação do processo oxidativo. O ácido vanílico é um dos representantes desse grupo e caracteriza-se pelo seu potencial de uso como antioxidante e antimicrobiano. As emulsões, pricipalmente O/A, são amplamente utilizadas no segmento cosmético como sistemas para a liberação de ativos e apresentam vantagens como uma maior facilidade de espalhamento, a possível potenciação da penetração, absorção e consequentemente a atividade dos componentes. Ainda assim, a utilização do ácido vanílico em preparações cosméticas não é muito explorado, pois poucos são os estudos que mostram sua eficácia e segurança em preparações destinadas à aplicação tópica. Com isso e, devido à necessidade de conhecimento do comportamento deste ativo quando incorporado em um sistema de veiculação, este projeto tem como principal objetivo a obtenção do perfil de permeação in vitro do ácido vanílico a partir de uma emulsão. (AU)