Busca avançada
Ano de início
Entree

Influência da presença de coroas proteicas na internalização celular de micelas e vesículas poliméricas

Processo: 18/21272-2
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Mestrado
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2019
Vigência (Término): 31 de julho de 2019
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Físico-química
Pesquisador responsável:Fernando Carlos Giacomelli
Beneficiário:Fernando Augusto de Oliveira
Supervisor no Exterior: Giuseppe Battaglia
Instituição-sede: Centro de Ciências Naturais e Humanas (CCNH). Universidade Federal do ABC (UFABC). Ministério da Educação (Brasil). Santo André , SP, Brasil
Local de pesquisa : University College London (UCL), Inglaterra  
Vinculado à bolsa:17/19079-7 - Investigando a nanobiointerface: avaliação quantitativa, dinâmica e estrutural da adsorção de proteínas plasmáticas sobre a superfície de micelas e vesículas poliméricas, BP.MS
Assunto(s):Micelas   Vesícula   Copolímeros   Coloides

Resumo

O presente projeto visa entender a relevância da proteína-corona na internalização celular de micelas e vesículas poliméricas. As micelas e vesículas serão produzidos a partir copolímeros em blocos PHPMA35-b-PDPA65 conjugados com a sonda Cy7. A presença do corante fluorescente DBCO-Cyanine 7 (Cy7) conjugado quimicamente às cadeias poliméricas permitirá a avaliação da captação celular por microscopia confocal de varredura a laser (CLSM) e citometria de fluxo. As nanoestruturas serão fabricadas por hidratação de filmes finos (vesículas) e nanoprecipitação (micelas) com posterior caracterização por espalhamento de luz dinâmico (DLS) e eletroforético (ELS), além da microscopia eletrônica de transmissão (TEM). Os conjuntos PHPMA35-b-PDPA65 conjugados com Cy7 serão expostos ao ambiente plasmático para permitirá a adsorção proteica com posterior separação e semi-quantificação por SDS-PAGE. Na etapa seguinte, o comportamento de internalização celular dos conjuntos livres de proteínas e ligados a proteínas será monitorado por CLSM e citometria de fluxo. No geral, deseja-se compreender a influência da morfologia no desenvolvimento da proteína-corona sobre a superfície de micelas e vesículas poliméricas e sua relevância para a internalização celular de sistemas auto-organizados supramoleculares tendo uma concha estabilizadora de PHPMA. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.