Busca avançada
Ano de início
Entree

Impacto do tratamento com Vitamina D e do nível de fator neurotrófico do cérebro nos parâmetros espaço-temporais e na atividade cortical durante a marcha em pessoas com esclerose múltipla

Processo: 18/18078-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2018
Vigência (Término): 31 de julho de 2020
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Educação Física
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Fabio Augusto Barbieri
Beneficiário:Felipe Balistieri Santinelli
Instituição-sede: Faculdade de Ciências (FC). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Bauru. Bauru, SP, Brasil
Assunto(s):Esclerose múltipla   Vitamina D   Controle motor   Locomoção

Resumo

A esclerose múltipla (EM) é uma doença neurodegenerativa que causa déficits no andar e na ativação cortical, podendo estar relacionada com a alteração da concentração do Fator Neurotrófico Derivado do Cérebro (BDNF) e a falta de vitamina D. O objetivo deste estudo é investigar o impacto do nível de BDNF e do tratamento com vitamina D na atividade cortical e nos parâmetros espaço-temporais do andar em pessoas com EM. Para isso, serão realizados dois experimentos. Para o experimento 1, serão recrutadas 30 pessoas com EM e 30 pessoas neurologicamente saudáveis, que realizarão coletas sanguíneas para verificação dos níveis sanguíneos de BDNF. Para o experimento 2, serão recrutadas 32 pessoas com EM, 16 pessoas que realizam suplementação com vitamina D e 16 pessoas sem suplementação com vitamina D, e 16 pessoas neurologicamente saudáveis. Em ambos os experimentos, os participantes realizarão 20 tentativas do andar (10 tentativas do andar em terreno plano e 10 tentativas do andar com ultrapassagem de obstáculo). O sistema de câmeras da Vicon Motion System®, com frequência de coleta em 200 Hz, será utilizado para a aquisição dos parâmetros espaço-temporais, e um eletroencefalograma (eegosportstm, ANT Neuro, Enschede, Netherlands), com frequência de coleta de 1024 Hz, será utilizado a aquisição da atividade cortical durante as tarefas de marcha. Para responder o questionamento do experimento 1, serão realizadas correlações de Pearson entre os níveis de BDNF e os parâmetros espaço-temporais e atividade cortical do andar. Para o experimentos 2, ANOVA two-way com fator para grupo (grupo EM vitamina D x grupo EM sem vitamina D x grupo controle) e condição do andar (terreno plano x obstáculo) serão aplicados para verificar o impacto da vitamina D nos parâmetros do andar e da atividade cortical