Busca avançada
Ano de início
Entree

Recasamento: um estudo sobre as relações estabelecidas entre madrastas e enteados

Processo: 18/15922-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de novembro de 2018
Vigência (Término): 31 de outubro de 2019
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Psicologia
Pesquisador responsável:Mary Yoko Okamoto
Beneficiário:Giovanna Lima Thomazella
Instituição-sede: Faculdade de Ciências e Letras (FCL-ASSIS). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Assis. Assis , SP, Brasil
Assunto(s):Psicanálise   Interpretação psicanalítica   Relações conjugais   Madrastas   Relações familiares   Coleta de dados   Entrevistas (psicologia)

Resumo

Essa pesquisa pretende investigar a temática do recasamento, no que tange à relação que se estabelece entre madrastas e filhos do primeiro casamento do marido, buscando compreender se existe relação entre a nova conjugalidade e a constituição dos vínculos com esses filhos. A amostra será proposital e por bola de neve, composta por 4 adultos de ambos os sexos, filhos de um primeiro casamento, com idades entre 18 e 30 anos, que possuam relacionamento afetivo/vínculo afetivo com suas madrastas há mais de 1 ano e residam com elas. A coleta de dados será realizada através de entrevistas semidirigidas, abordando questões a respeito da conjugalidade dos pais biológicos, aspectos da separação, da nova conjugalidade e particularidades sobre as relações dos enteados com as madrastas. Os resultados serão analisados a partir do material coletado nas entrevistas, utilizando o método da análise do discurso para investigar o fenômeno do recasamento e suas implicações, tendo como base teórica a vertente psicanalítica.