Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise do comportamento de rã touro (Lithobates catesbeianus): personalidade, síndromes comportamentais e efeito da exposição crônica ao estresse térmico sobre o comportamento

Processo: 18/12773-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2018
Vigência (Término): 30 de setembro de 2020
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia Geral
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Fernando Ribeiro Gomes
Beneficiário:Diego Pereira Nogueira da Silva
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:14/16320-7 - Impactos das mudanças climáticas e ambientais sobre a fauna: uma abordagem integrativa, AP.PFPMCG.TEM
Assunto(s):Estresse térmico   Lithobates catesbeianus   Mudança climática

Resumo

Recentemente dentro das áreas de estudo comportamental, a expressão de Variações Consistentes Individuais (CID, em inglês), também conhecidas como personalidade ou temperamento, vem continuamente ganhando atenção de diversas áreas do conhecimento. Além disso, também é possível verificar a expressão de síndromes comportamentais - correlações entre comportamentos diferentes (e.g.: exploração-agressividade). Estudos envolvendo a personalidade já identificaram a importância desta em diversos contextos ecológicos, como dispersão, invasão de novos habitats e resposta antipredatória. Tendo em vista um cenário de mudanças ambientais associadas a ações antrópicas e aquecimento global, acredita-se que variações de personalidade possam ser importantes para entender como essas mudanças afetam, por exemplo, a distribuição de espécies, tal qual para o desenvolvimento de estratégias de conservação. Para tal, ectotermos são um excelente modelo de estudo, devido a sua enorme dependência a diferentes microclimas necessários para manutenção de sua temperatura corpórea dentro de um limite de tolerância térmica. Porém, estudos envolvendo alterações de temperatura, em sua grande maioria, são centrados em exposições agudas; sendo difícil prever como um cenário de aumento permanente da temperatura afetaria o comportamento dos animais. O presente trabalho propõe caracterizar a personalidade e as síndromes comportamentais em machos adultos de rã-touro (Lithobates catesbeianus), analisando os comportamentos de atividade, boldness e exploração; e verificar como a exposição crônica a temperaturas diferentes e o estresse térmico afetam o comportamento desses animais. As variáveis comportamentais serão acompanhadas de medidas de níveis de corticosterona plasmática e de imunocompetência inata (capacidade bactericida plasmática), de forma a associarmos alterações comportamentais a ocorrência de estresse térmico.