Busca avançada
Ano de início
Entree

Relações causais e persistências na dinâmica da disponibilidade hídrica

Processo: 18/19222-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2018
Vigência (Término): 29 de fevereiro de 2020
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Geociências - Geografia Física
Pesquisador responsável:Edson Cezar Wendland
Beneficiário:Kalyl Gomes Calixto
Instituição-sede: Escola de Engenharia de São Carlos (EESC). Universidade de São Paulo (USP). São Carlos, SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:15/03806-1 - Disponibilidade hídrica e riscos de contaminação em áreas de afloramento do Sistema Aquífero Guarani, AP.BIOEN.TEM
Assunto(s):Hidrologia   Bacia hidrográfica   Recursos hídricos   Mudança climática   Uso do solo

Resumo

O melhor entendimento dos processos hidrológicos em escala de bacia hidrográfica é um desafio para alcançar uma gestão mais sustentável dos recursos hídricos, em especial visando prever os diferentes comportamentos frente a variabilidades climáticas e a alterações no uso do solo. Embora haja evidências de que o passado de algumas variáveis hidrológicas possua efeitos de causa em outras, poucos trabalhos exploram especificamente essa característica durante o processo de modelagem. O objetivo do trabalho é construir um modelo hidrológico conceitual para representar a dinâmica da disponibilidade hídrica de uma bacia a partir da identificação e caracterização de relações causais nas séries de dados hidrometeorológicos. Uma hipótese a ser testada é que informações relevantes sobre as reservas hídricas podem ser reveladas a partir de interpretações mais detalhadas dos dados observados. A área de estudo adotada é a bacia hidrográfica do Ribeirão da Onça (Brotas-SP), localizada em área de afloramento do Sistema Aquífero Guarani, e que conta com atividades de monitoramento hidrogeológico desde 2004. A partir dos dados históricos locais, os processos de precipitação e de evapotranspiração serão quantificados e especializados em diferentes escalas temporais. As vazões de base nas seções de medição de vazão serão estimadas a partir da separação das vazões totais usando filtros digitais recursivos. As séries temporais de vazões (totais e de base), precipitações, evapotranspirações e elevações do nível d'água subterrâneo de poços representativos da área serão avaliadas numa abordagem multirresolução com verificação das relações de causa e com a quantificação dos tempos de influência (persistência) existentes entre elas. A modelagem da bacia será conduzida de forma flexível e orientada pelas informações sobre o comportamento da bacia anteriormente levantadas. Espera-se contribuir para o maior entendimento hidrológico da área de estudo, avaliar o potencial dos métodos propostos para modelagem e direcionar o desenvolvimento de trabalhos futuros focados na previsão da disponibilidade hídrica. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.