Busca avançada
Ano de início
Entree

Avançando o biomonitoramento tropical: descrição detalhada da variação temporal das comunidades de Trichoptera

Processo: 18/23111-6
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Iniciação Científica
Vigência (Início): 21 de dezembro de 2018
Vigência (Término): 19 de março de 2019
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Ecologia - Ecologia de Ecossistemas
Pesquisador responsável:Victor Satoru Saito
Beneficiário:Nathalia Espinossi Stoppa
Supervisor no Exterior: Nuria Bonada
Instituição-sede: Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Local de pesquisa : Universitat de Barcelona (UB), Espanha  
Vinculado à bolsa:17/12138-8 - As métricas de biomonitoramento são robustas às variações temporais naturais em comunidades aquáticas?, BP.IC
Assunto(s):Ecologia de comunidades   Monitoramento biológico   Ecologia aquática   Riachos

Resumo

A caracterização temporal é fundamental para a compreensão da dinâmica dos ecossistemas e a consideração da variação natural no tempo é indispensável para a caracterização das comunidades bioindicadoras. Devido à alta estocasticidade de ambientes tropicais, atualmente existem poucos estudos sobre a variação temporal de bioindicadores de comunidades aquáticas dessas regiões. Assim, o presente projeto de pesquisa busca caracterizar de diversas formas a diversidade temporal beta das comunidades visando uma representação precisa das comunidades de Trichoptera da bacia do rio Itanhaém. Com base nisso, um projeto de Iniciação Científica foi originalmente proposto para estudar e caracterizar as comunidades de macroinvertebrados ao longo do tempo. Após o primeiro ano do projeto de Iniciação Científica, muitos resultados interessantes foram obtidos e foram apresentados nos relatórios técnicos escritos pela aluna. Devido à complexidade ecológica dos resultados obtidos, propomos estudar mais profundamente a variação em comunidades de Trichoptera usando componentes de diversidade beta no segundo ano do projeto de Iniciação Científica. Neste sentido, propomos o seguinte estágio internacional no departamento de Biologia Evolutiva, Ecologia e Ciências Ambientais da Universidade de Barcelona (Espanha), que conta com várias equipes de especialistas, como o grupo de pesquisa Ecologia de Água Doce, Hidrologia e Gestão (FEHM- Lab), dirigido pela Prof.ª Dr.ª Núria Bonada. Neste estágio, a aluna terá a oportunidade de trabalhar e colaborar em uma das mais importantes universidades de pesquisa da Europa. Este BEPE propõe um período de 3 meses na Universidade de Barcelona, sob a supervisão da Prof.ª Dr.ª Núria Bonada, trabalhando na análise profunda da diversidade beta temporal e na caracterização total das comunidades de Trichoptera dos riachos da bacia do rio Itanhaém.