Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudar o impacto do miR-451 sobre a imunossupressão induzida pelo MIF no melanoma metastástico

Processo: 18/18385-0
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 15 de janeiro de 2019
Vigência (Término): 14 de janeiro de 2020
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Morfologia - Citologia e Biologia Celular
Pesquisador responsável:Luiz Rodolpho Raja Gabaglia Travassos
Beneficiário:Ricardo Alexandre de Azevedo
Supervisor no Exterior: Menashe Bar-Eli
Instituição-sede: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa : University of Texas MD Anderson Cancer Center (MD Anderson), Estados Unidos  
Vinculado à bolsa:17/09393-6 - Validação de novos peptídeos potencialmente inibidores do eixo MIF/CD74 como estratégia para a reversão da imunotolerância do microambiente tumoral: uma abordagem pré-clínica e combinatória para o tratamento do melanoma metastático, BP.PD
Assunto(s):Resposta imune   Melanoma   Oncologia experimental

Resumo

O melanoma cutâneo é uma malignidade imunogênica. A regressão espontânea do melanoma pode ocorrer ocasionalmente devido a uma efetiva resposta imune antitumoral. No entanto, mais frequentemente, as principais mutações dirigidas são importantes para a progressão do melanoma e a resistência à proteção imunológica. A instabilidade genética do melanoma pode desencadear a expressão de vários fatores imunossupressores que auxiliam o tumor a superar a vigilância imunológica. Um desses fatores é o fator inibitório da migração de macrófagos (MIF), que desempenha um papel crítico na indução do fenótipo tolerogênico no microambiente tumoral. Recentemente, encontramos que a interfêrencia na interação do MIF com seu receptor CD74 é uma importante estratégia para a imunoterapia adjuvante contra o câncer. Adicionalmente, o MIF pode se ligar a outros receptores, exercendo uma resposta imunomoduladora. Olhar para a expressão do MIF e sua atividade na sinalização além dos receptores presentes nas células imunes, pode ser uma estratégia promissora para criar novas imunoterapias adjuvantes. O miR-451 é um micro RNA que perturba a expressão do MIF. Trabalhos anteriores mostraram que a downregulation da expressão do MIF pelo uso do miR-451 dispara vários efeitos em diversos tumores sólidos. O impacto, no entanto, do miR-451 como alvo do MIF para a restauração da resposta imune antitumoral no melanoma metastático não foi investigado. O presente trabalho tem por objetivo determinar os efeitos do miR-451 na expressão e sinalização do MIF no contexto do desenvolvimento do melanoma metastático. A manutenção de uma resposta imune antitumoral efetiva também será avaliada. A descoberta de novos métodos terapêuticos pré-clínicos usando miRs para direcionar eficazmente o microambiente do tumor, é de importância crítica para desenvolver novas terapias adjuvantes para aumentar a eficácia da imunoterapia e reduzir as recorrências em pacientes com melanoma.

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.