Busca avançada
Ano de início
Entree

Generalização recombinativa de leitura sob contingências individuais e de grupo

Processo: 18/13270-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2018
Vigência (Término): 31 de março de 2020
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Psicologia - Psicologia Experimental
Pesquisador responsável:Deisy das Graças de Souza
Beneficiário:Thays Nogueira da Silva
Instituição-sede: Centro de Educação e Ciências Humanas (CECH). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:14/50909-8 - INCT 2014: Comportamento, Cognição e Ensino (INCT-ECCE): aprendizagem relacional e funcionamento simbólico, AP.TEM
Assunto(s):Equivalência de estímulos   Ensino e aprendizagem   Escrita   Leitura   Alunos

Resumo

Contingências de grupo podem estar presentes em uma infinidade de situações. Em situações de ensino são planejadas de modo que consequências reforçadoras dependem do desempenho combinado dos participantes. Esse tipo de arranjo vem sendo utilizado com sucesso para promover aprendizagem de diferentes habilidades no contexto escolar. Entretanto, os estudos geralmente avaliam o mesmo conjunto de respostas que é ensinado. Faz-se necessário investigar se, e como, contingências de grupo afetam a generalização e a emergência de novas habilidades. Uma alternativa promissora de investigação consiste em empregar procedimentos de ensino baseados no paradigma de equivalência de estímulos, que favorecem a aprendizagem de um conjunto de relações diretamente ensinadas e a emergência de novas relações, derivadas das ensinadas. Este estudo tem por objetivo empregar contingências de grupo na aplicação de um programa de ensino de relações entre estímulos e entre estímulos e respostas que caracterizam os repertórios de leitura e escrita. Esse programa (ALEPPÒ) foi extensivamente avaliado e promove altos índices de aprendizagem de relações entre palavras faladas, palavras impressas e figuras, e a emergência de novas relações (de equivalência) entre esses mesmos estímulos. Um subproduto, que não decorre necessariamente da aprendizagem de relações, mas da possibilidade de abstração de subunidades (textuais e sonoras) que se repetem na constituição das palavras ensinadas, é a emergência de generalização recombinativa, isto é, a leitura de palavras novas que incluem sequências diferentes daquelas subunidades. O programa ALEPP oferece uma situação controlada sob a qual será avaliado o efeito de contingências de grupo. Participarão 12 alunos do ensino fundamental com dificuldades de aprendizagem, com idades entre oito e 12 anos, com baixos índices de escrita (<10%) e graus variados de acertos em leitura (entre 10% e 60%). Os participantes serão distribuídos em dois grupos de seis alunos cada, de forma que cada grupo reúna crianças com diferentes níveis de leitura, que possam se ajudar mutuamente. Metade das crianças realizará as atividades em conjunto, mas as consequências (tokens) serão apresentadas de acordo com o desempenho individual, em sistema de Contingência Dependente do Comportamento Individual (CDI). A outra metade realizará as mesmas atividades, mas as recompensas de cada aluno dependerão do comportamento de todos os membros do grupo, caracterizando uma Contingência Dependente do Grupo (CDG). No grupo CDI cada aluno obterá (ou não) tokens, dependendo de seus próprios acertos; no CDG, a obtenção de tokens dependerá da quantidade de acertos de todos os membros do grupo. Os tokens serão trocados por itens preferidos ao final da sessão. A análise de dados verificará os efeitos das contingências individuais e de grupo sobre a interação social e sobre o desempenho no programa de leitura: porcentagem de acertos em tarefas diretamente ensinadas nos passos de ensino, nas sondas de formação de classe, na emergência de operantes discriminados (comportamento textual e ditado) com palavras ensinadas e com palavras novas (generalização recombinativa) e número de tentativas para atingir critérios de aprendizagem. Os procedimentos serão conduzidos de acordo com um delineamento de grupo com pré- e pós-teste, para os resultados globais, mas também seguirão um delineamento de linha de base múltipla entre passos de ensino para análise dos comportamentos individuais. Serão comparados os resultados globais dos grupos CDI e CDG e os resultados de cada sexteto, conforme o nível inicial de leitura. (AU)