Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo da contribuição do método investigativo para a percepção de autonomia de alunos em aulas de química do ensino médio

Processo: 18/19108-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2018
Vigência (Término): 30 de novembro de 2019
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química
Pesquisador responsável:Ana Cláudia Kasseboehmer
Beneficiário:Matheus dos Santos Barbosa da Silva
Instituição-sede: Instituto de Química de São Carlos (IQSC). Universidade de São Paulo (USP). São Carlos , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:17/10118-0 - Estudo e aplicação da tecnologia eletroquímica para a análise e a degradação de interferentes endócrinos: materiais, sensores, processos e divulgação científica, AP.TEM
Assunto(s):Educação escolar básica   Ensino de química   Físico-química   Autodeterminação   Motivação do aluno   Professores   Material didático

Resumo

A motivação dos alunos para aprender é uma das principais preocupações de pais, professores e dirigentes escolares e está diretamente relacionada ao desempenho acadêmico dos estudantes. A fim de contribuir para a melhoria do ensino de Físico-Química na Educação Básica, um grupo de pesquisa foi formado pelo Laboratório de Investigações em Ensino de Ciências Naturais em conjunto com professores do ensino médio. Neste projeto, propõe-se acompanhar a produção e a aplicação de atividades investigativas pelos professores da Educação Básica e estudar a influência dessa abordagem na percepção de autonomia de alunos do Ensino Médio em aulas de Química utilizando a Teoria da Autodeterminação como referencial teórico. Serão utilizados dois questionários já validados na literatura em uma coleta de dados quantitativa combinada com a realização de entrevistas semiestruturadas em uma análise qualitativa. Com este projeto espera-se contribuir para a produção de materiais didáticos na área de Química e que os alunos se tornem mais engajados nas disciplinas científicas.