Busca avançada
Ano de início
Entree

Comportamento alimentar de estudantes universitários brasileiros

Processo: 18/23636-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2018
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2018
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Nutrição
Pesquisador responsável:Juliana Alvares Duarte Bonini Campos
Beneficiário:Suélen Santana Zinato
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas (FCFAR). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araraquara. Araraquara, SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:17/18679-0 - Comportamento alimentar de estudantes universitários brasileiros, AP.R
Assunto(s):Epidemiologia   Psicometria   Comportamento alimentar   Hábitos alimentares   Modo de vida   Imagem corporal   Estudantes universitários   Motivação   Exercício físico

Resumo

Objetivo: I. estimar o impacto da motivação para o exercício físico, da satisfação com a vida, estilo de vida, distresse emocional e aspectos relacionados à imagem corporal (influência dos aspectos socioculturais na imagem corporal, insatisfação com o corpo e evitação do corpo) no comportamento alimentar de estudantes universitários brasileiros; II. estimar o impacto de aspectos relacionados à imagem corporal na satisfação com a vida; III. estimar as propriedades psicométricas dos instrumentos de medida a serem utilizados (TFEQ-18, EMI-2, SWLS, PEVI, DASS-21, SATAQ-4, BAS e BIAQ) para amostra, IV. estimar o desempenho funcional, a composição corporal e os níveis de cortisol salivar dos estudantes com escores extremos de comportamento alimentar e satisfação com a vida. Métodos: O comportamento alimentar será avaliado por meio do Questionário Alimentar de Três Fatores-18 (TFEQ-18). A motivação para o exercício será estimada utilizando o "Questionário de Motivação para o Exercício - 2 (EMI -2)", a satisfação com a vida pela "Escala de Satisfação com a Vida (SWLS)", o estilo de vida pela Escala "Perfil do Estilo de Vida Individual" (PEVI) e o Distresse Emocional pela "Escala de Depressão, Ansiedade e Estresse-21 (DASS-21)". Os aspectos da Imagem Corporal serão investigados por diferentes instrumentos. A influência dos aspectos socioculturais na imagem corporal será avaliada por meio do "Questionário de Atitudes Socioculturais em Relação à Aparência-4 (SATAQ-4)", a insatisfação com o corpo pela "Escala de Áreas Corporais (BAS)" e a evitação do corpo pelo "Questionário de Evitação da Imagem Corporal (BIAQ)". As validades de face e de conteúdo dos instrumentos serão avaliadas. Serão estimadas as validades de construto (fatorial, convergente e discriminante), concorrente, divergente e de critério discriminante dos instrumentos. A confiabilidade também será avaliada. Será realizada Análise Fatorial Confirmatória (AFC) utilizando a matriz de correlações policóricas. Como índices de qualidade do ajustamento serão utilizados o Ç2/gl, CFI, TLI e RMSEA. A validade convergente será calculada a partir da Variância Extraída Média (VEM). As validades concorrente e divergente serão estimadas utilizando análise correlacional entre os fatores de diferentes instrumentos (dois a dois). A validade de critério discriminante será estimada utilizando análise multigrupos com a estatística da diferença de qui-quadrados (Dc2). A confiabilidade será avaliada a partir da Confiabilidade Composta (CC) e da Consistência Interna (±). A invariância fatorial dos instrumentos aplicados a amostras independentes será estimada por análise multigrupos (”Ç2). Para responder aos dois primeiros objetivos do trabalho serão elaborados modelos estruturais e a qualidade do ajustamento será avaliada utilizando os índices Ç2/gl, CFI, TLI, RMSEA e RNFI. A significância das trajetórias hipoteticamente causais (²) será estimada a partir do teste z (p<0,05). O desempenho funcional será avaliado utilizando neurometria funcional (Sistema BioEvolution®) e a composição corporal por meio de bioimpedância.

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.