Busca avançada
Ano de início
Entree

Espécies crípticas de Candida em isolados de corrente sanguínea: identificação e perfil de suscetibilidade a fármacos azólicos

Processo: 18/18996-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de novembro de 2018
Vigência (Término): 31 de outubro de 2020
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia - Microbiologia Aplicada
Pesquisador responsável:Marcia de Souza Carvalho Melhem
Beneficiário:Dality Keffelen de Barros Rodrigues
Instituição-sede: Instituto Adolfo Lutz (IAL). Coordenadoria de Controle de Doenças (CCD). Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo, SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:17/50333-7 - Plano de desenvolvimento institucional em pesquisa do Instituto Adolfo Lutz (PDIp), AP.PDIP
Assunto(s):Micologia   Micoses   Antifúngicos   Fluconazol   Candida

Resumo

O gênero Candida está entre aqueles que causam maior número de infecções na corrente sanguínea, ocasionando em um grande número de hospitalizações e mortes, em diversos países ao redor do mundo. A frequência de casos tem crescido, consideravelmente, em particular em indivíduos que fazem uso de imunossupressores, ou naqueles que passaram por procedimentos invasivos ou, ainda, associados à determinadas condições como baixo peso ao nascecr e doenças de base, como: distúrbios hematológicos, câncer, Diabetes Mellitus, Sindrome da Imunodeficiencia Humana (AIDS), dentre outras. As espécies de Candida, em regra, não se diferenciam muito morfologicamente, dificultando seu diagnóstico na rotina laboratorial por análise morfológica; sendo assim, as provas fenotípicas com base em microscopia, devem ser complementadas com provas bioquímicas de assimilação e, principalmente, ensaios moleculares do DNA para determinação correta da espécie. A identificação acurada da etiologia da candidemia atende à demanda dos casos infectados e, também, como subsídio importante para estudos epidemiológicos sobre distribuição das espécies em determinado período e local. As análises moleculares permitem discriminar espécies, cujos fenótipos são muito semelhantes ou idênticos. Este estudo teve como objetivo: i)recuperar 100 isolados sanguíneos, obtidos de pacientes internados em hospitais no estado de São Paulo, com fenótipos pertencentes a 4 complexos de espécies: C. parapsilosis, C. albicans, C. glabrata e C. haemulonii;ii)determinar a espécie cripticas de tais complexos, com utilização de ferramentas moleculares; iii) avaliar a suscetibilidade a fluconazol, voriconazol, caspofungina e anfotericina B. (AU)