Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo dos componentes estruturais da matriz do biofilme de Paracoccidioides Brasiliensis e sua interação com bactérias bucais

Processo: 18/15877-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2018
Vigência (Término): 31 de julho de 2020
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Maria José Soares Mendes Giannini
Beneficiário:Lariane Teodoro Oliveira
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas (FCFAR). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araraquara. Araraquara , SP, Brasil
Assunto(s):Biofilmes   Micologia

Resumo

Biofilmes são estruturas complexas e dinâmicas, formados por micro-organismos agregados e ligados a superfícies por meio, de uma matriz polimérica extracelular, proporcionando um ambiente estável protegido e associado a maior resistência aos antimicrobianos. Recentemente, a habilidade de formar biofilme foi identificada em Paracoccidioides brasiliensis tanto in vitro como in vivo. Este agente pode causar processos infecciosos em várias partes do corpo humano, como a cavidade bucal. As lesões bucais podem estar associadas a varias bactérias e a co-agregação de P. brasiliensis com essas bactérias ainda não foi demonstrado, mas potencialmente podem ocasionar processos mais dolorosos e difíceis de tratamento. Por outro lado, os princípios básicos da formação de biofilme e a compreensão molecular da formação e organização estrutural de biofilme de P. brasiliensis precisam ser mais bem conhecidos, visando melhores abordagens terapêuticas. Estudos relatam que existem alguns genes que podem ser mais expressos e importantes durante a produção da parede celular e a formação de biofilme. Assim, o estudo tem como objetivo caracterizar os elementos estruturais da matriz do biofilme de P. brasiliensis em monoespécie e avaliar sua expressão gênica por RT-PCR, bem como a interação de P. brasiliensis com as bactérias Streptococcus mutans e Staphylococcus aureus. As cepas de serão utilizadas para indução de biofilmes in vitro em microplacas. A viabilidade celular dos biofilmes será avaliada pelo ensaio de redução do sal de tetrazólio (XTT) e, a topografia e as microestruturas por microscopia eletrônica de varredura. Elementos estruturais da matriz como DNA, polissacarídeos, enzimas e proteínas serão marcados com fluorocromos, visualizados por microscopia de epifluorescência e quantificados por espectrometria de fluorescência molecular. Para determinação da biomassa formada pela interação de P. brasiliensis com S. mutans e S. aureus será utilizado o método de cristal violeta, sendo que o plaqueamento em agar permitirá determinar a contagem dos organismos viáveis. O estudo poderá contribuir com novos conhecimentos acerca da paracoccidioidomicose, doença que representa um importante problema de saúde pública no Brasil e na América Latina.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
FREGONEZI, NATHALIA FERREIRA; OLIVEIRA, LARIANE TEODORO; SINGULANI, JUNYA DE LACORTE; MARCOS, CAROLINE MARIA; DOS SANTOS, CLAUDIA TAVARES; TAYLOR, MARIA LUCIA; MENDES-GIANNINI, MARIA JOSE SOARES; DE OLIVEIRA, HAROLDO CESAR; FUSCO-ALMEIDA, ANA MARISA. Heat Shock Protein 60, Insights to Its Importance in Histoplasma capsulatum: From Biofilm Formation to Host-Interaction. FRONTIERS IN CELLULAR AND INFECTION MICROBIOLOGY, v. 10, JAN 22 2021. Citações Web of Science: 0.
OLIVEIRA, LARIANE TEODORO; MEDINA-ALARCON, KAILA PETRONILA; SINGULANI, JUNYA DE LACORTE; FREGONEZI, NATHALIA FERREIRA; PIRES, REGINA HELENA; ARTHUR, RODRIGO ALEX; FUSCO-ALMEIDA, ANA MARISA; SOARES MENDES GIANNINI, MARIA JOSE. Dynamics of Mono- and Dual-Species Biofilm Formation and Interactions Between Paracoccidioides brasiliensis and Candida albicans. FRONTIERS IN MICROBIOLOGY, v. 11, OCT 14 2020. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.