Busca avançada
Ano de início
Entree

O circuito financeiro-imobiliário em cidades médias do estado de São Paulo: novos condicionamentos na produção do espaço urbano

Processo: 18/13347-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2018
Vigência (Término): 30 de novembro de 2020
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Geografia - Geografia Humana
Pesquisador responsável:Everaldo Santos Melazzo
Beneficiário:João Vitor de Souza Ferreira
Instituição-sede: Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCT). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Presidente Prudente. Presidente Prudente , SP, Brasil
Assunto(s):Geografia urbana   Urbanização   Espaço urbano   Mercado imobiliário   Financeirização   São Paulo

Resumo

Este projeto tem como objetivo a análise dos processos e dinâmicas dos Certificados de Recebíveis Imobiliários (CRIs) em cidades do interior paulista, buscando compreender suas dinâmicas gerais e o entendimento dos seus processos de espacialização intraurbana, utilizando como fonte principal os dados primários das emissões produzidas pela Caixa Econômica Federal desde a primeira, no ano de 2002, até a última disponível, no ano de 2015. O recorte territorial encontra-se circunscrito às cidades de Bauru, Presidente Prudente e São José do Rio Preto, o que permitirá valorizar a articulação de escalas presentes nos processos de financeirização do imobiliário na medida em que os CRIs, como instrumento do sistema financeiro, afeito sempre às escalas globais da valorização do capital serão analisados, também, a partir das características dos mercados e dinâmicas imobiliárias de cada cidade. Estas por sua vez, serão consideradas a partir de dados e informações sobre as características das ofertas imobiliárias em diferentes áreas/bairros, principalmente em relação à terra urbana, a localização de suas ofertas e seus preços, buscando compreender suas dinâmicas imobiliárias. A articulação entre escalas geográficas dos processos, o foco sobre a terra urbana e a compreensão dos processos históricos da produção do espaço urbano direcionam a formulação metodológica da pesquisa, ao mesmo tempo em sua dimensão teórica e dos procedimentos metodológicos, valorizando a análise de realidades não metropolitanas. 

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa: