Busca avançada
Ano de início
Entree

Processos Discursivos e Alfabetização na Era Digital

Processo: 18/05768-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2019
Vigência (Término): 19 de janeiro de 2020
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Educação - Tópicos Específicos de Educação
Pesquisador responsável:Ana Lúcia Horta Nogueira
Beneficiário:Maria Carolina Branco Costa Antunes de Oliveira
Instituição-sede: Faculdade de Educação (FE). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Desenvolvimento cultural   Alfabetização

Resumo

Observa-se que a interação de crianças com os recursos tecnológicos digitais provoca uma aproximação ao mundo letrado. Paralelo a isto, a apropriação da linguagem escrita implica no desenvolvimento psíquico, que transforma a condição e a posição dos seres humanos na sociedade. Este estudo se propõe a investigar o entrelaçamento dos processos discursivos e simbólicos, isto é, como as crianças têm se apropriado do código linguístico sistematizado em uma sociedade multiletrada e atravessada pelo constante uso das tecnologias da informação e comunicação. Tem-se como foco o momento da alfabetização e as interlocuções produzidas neste contexto, vislumbrando um movimento dialético entre a sociedade, a escola e o indivíduo. O campo de pesquisa será uma sala do primeiro ano do Ensino Fundamental de uma instituição pública de ensino, na região de Campinas. A pesquisa será ancorada na perspectiva histórico-cultural, amparando-se, fundamentalmente, em autores como Vigotski e Bakhtin. A construção dos dados no contexto escolar considerará os pressupostos da pesquisa participante, por meio da observação participante de processos discursivos e práticas pedagógicas de alfabetização, com registro em áudio e/ou vídeo, além das anotações detalhadas em diário de campo. Prevê-se também a realização de "oficinas lúdicas", com vistas a observar indicadores do desenvolvimento da atividade simbólica dos alunos, considerados "nativos digitais". No processo de análise dos dados, cotejados com o referencial teórico citado, pretende-se destacar como os alunos interagem e utilizam os recursos tecnológicos digitais, e compreender como estes recursos atuam e são convertidos em instrumentos técnico-semióticos, que medeiam o funcionamento do psiquismo.