Busca avançada
Ano de início
Entree

N-acetilcisteína em estudos de aquisição e transmissão de Xylella Fastidiosa em citros

Processo: 18/19980-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2019
Vigência (Término): 29 de fevereiro de 2020
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Fitossanidade
Pesquisador responsável:Joao Roberto Spotti Lopes
Beneficiário:Karla Kudlawiec
Instituição-sede: Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:13/10957-0 - Interação Xylella fastidiosa-inseto vetor-planta hospedeira e abordagens para o controle da clorose variegada dos citros e cancro cítrico, AP.TEM
Assunto(s):Entomologia agrícola   Xylella fastidiosa

Resumo

A Clorose Variegada do Citros (CVC) é uma doença causada pela bactéria Xylella fastidiosa, que provoca redução na qualidade e quantidade dos frutos, principalmente de laranja doce (Citrus sinensis). A bactéria obstrui o vaso xilemático da planta com a formação do biofilme, impedindo a circulação de água e nutrientes. Como medida curativa, o uso da molécula antimicrobiana N-acetilcisteína (NAC) no controle da CVC mostrou-se eficiente na redução da população bacteriana em plantas cítricas infectadas, com consequente redução de sintomas. Sabe-se que a principal forma de transmissão da bactéria é por insetos vetores pertencentes à subfamília Cicadellinae (Hemiptera: Cicadellidae). Este projeto tem como objetivo avaliar o efeito do NAC sobre a aquisição e transmissão de X. fastidiosa pelo inseto vetor Macugonalia leucomelas, comum em pomares cítricos. Em um primeiro estudo serão realizados ensaios para avaliar a aquisição da bactéria pelo vetor em plantas cítricas infectadas com e sem tratamento com NAC. No segundo estudo serão feitos ensaios in vitro, com aquisição da bactéria em dieta artificial seguido da alimentação em ramos de Vernonia condensata (falso- boldo) tratados com NAC, por períodos sucessivos, de modo a avaliar o efeito direto do NAC sobre a bactéria no inseto vetor. Em ambos testes, após aquisição, os insetos serão colocados em plantas sadias de Catharanthus roseus (vinca), com objetivo de avaliar a transmissão. Ao final dos experimentos, espera-se determinar o efeito indireto do NAC sobre eficiência de transmissão da bactéria pelo inseto após a aquisição em plantas tratadas, bem como o efeito direto sobre a transmissão por insetos previamente infectados com a bactéria.

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.