Busca avançada
Ano de início
Entree

Produtividade e eficiência de absorção e uso de fósforo pela mandioca submetida a inoculação micorrízica

Processo: 18/12837-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2018
Vigência (Término): 30 de novembro de 2019
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Fitotecnia
Pesquisador responsável:Adalton Mazetti Fernandes
Beneficiário:Lucas Guilherme Cavallari
Instituição-sede: Centro de Raízes e Amidos Tropicais (CERAT). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Nutrientes minerais do solo   Lavoura   Mandioca   Fósforo   Inoculação   Fungos micorrízicos   Casa de vegetação   Delineamento experimental

Resumo

A deficiência nutricional dos solos brasileiros utilizados nas lavouras de mandioca é um dos principais fatores de produção que afetam negativamente a produtividade nacional dessa espécie tuberosa. Embora o fósforo (P) não seja o macronutriente mais absorvido pela planta de mandioca, ele é de grande importância para a cultura, pois atua na fotossíntese, armazenamento e transferência de energia, divisão celular e outras atividades metabólicas importantes para o desenvolvimento da planta, incluindo o crescimento radicular. A planta de mandioca é capaz de fazer associação com fungos do solo, o que melhora a capacidade da planta absorver nutrientes. Assim, essa pesquisa tem como objetivo avaliar o crescimento da planta, as eficiências de absorção e uso do P e a produtividade da mandioca em resposta a inoculação de fungo micorrízico arbuscular (FMA). O experimento será conduzido em casa de vegetação no delineamento experimental de blocos casualizados, no esquema fatorial 2x4, com 4 repetições. Os tratamentos serão representados por dois tipos de solo (solo natural e solo estéril) e 4 doses de FMA (0, 50, 100 e 200 esporos por vaso). Cada parcela será constituída por um vaso de 38 dm-3. Serão avaliados: diagnose foliar, número e diâmetro das hastes, número de folhas por planta e altura da planta, número, comprimento, diâmetro, peso médio e produtividade de raízes tuberosas, acúmulo de matéria seca (MS) nas folhas, hastes, cepas e raízes tuberosas, partição de MS para as folhas, hastes, cepas e raízes tuberosas, teor e acúmulo de P nas folhas, hastes, cepas e raízes tuberosas e na planta inteira, eficiência de absorção e uso do P, e porcentagem de colonização micorrízica das raízes absorventes. Os dados obtidos serão submetidos à análise de variância. As médias dos tipos de solo serão comparadas pelo teste LSD (pd0,05), enquanto as doses do FMA serão submetidas a análise de regressão.