Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos do hipoclorito de sódio nos mecanismos inflamatórios pulmonar em camundongos sensibilizados por ácaros de poeira doméstica

Processo: 18/09882-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de novembro de 2018
Vigência (Término): 31 de outubro de 2019
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia de Órgãos e Sistemas
Pesquisador responsável:Beatriz Mangueira Saraiva
Beneficiário:Rebeca Roberta Campos Medeiros
Instituição-sede: Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa. Universidade Cruzeiro do Sul (UNICSUL). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Mecânica respiratória   Asma ocupacional   Hipoclorito de sódio   Ácaros   Modelo experimental

Resumo

Introdução: A asma é caracterizada por apresentar inflamação das vias aéreas levando a limitação ao fluxo de ar, remodelamento das vias respiratórias e hiperresponsividade brônquica, características estas presentes tanto na asma clássica como a ocupacional. A asma ocupacional pode surgir devido a causas e condições presentes no ambiente de trabalho. São diversas as substâncias presentes nas atividades profissionais e industriais que podem desencadear a doença e entre elas podemos destacar o cloro, que é um produto industrial muito utilizado e que possui uma ação altamente reativa causando prováveis danos nas vias aéreas induzida através de lesão oxidativa. A asma também pode ser desencadeada após contato com ácaros de poeira doméstica. Os trabalhadores do setor de limpeza são altamente expostos a estes dois fatores e acreditamos que um modelo experimental com camundongos pode auxiliar a compreender os mecanismos inflamatórios e remodelamento pulmonar desencadeados pelo contato com o cloro e com ácaros e poeira doméstica. Desta forma resolvemos criar um modelo de exposição crônica ao 3,8 ppm de gás cloro em camundongos sensibilizados com ácaros de poeira doméstica, para melhor entendimento do mecanismo de ação deste irritante nas vias aéreas. Objetivo: Desenvolver um estudo de asma relacionada ao trabalho através da exposição ao hipoclorito de sódio durante 8 semanas em modelo experimental de asma induzida por ácaros de poeira doméstica. Metodologia: Os animais serão divididos em 4 grupos: Controle, HDM, Hipoclorito 1%, HDM+Hipoclorito 1%, com 10 animais em cada grupo totalizando 40 animais. Dados de mecânica pulmonar serão coletados por ventilador para pequenos animais (FlexiVent). Além disso será avaliado a inflamação através do lavado broncoalveolar, e histologia através de lâminas coradas com Hematoxilina e Eosina (HE) para a análise da área de músculo liso ao redor das vias aéreas, hiperplasia epitelial e avaliação de células poliformonucleares e mononucleares no espaço peribronchovascular.