Busca avançada
Ano de início
Entree

Análises metabolômicas e metabonômicas por técnicas de ressonância magnética nuclear aplicadas em estudos da trombose venosa

Processo: 18/18624-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de novembro de 2018
Vigência (Término): 31 de outubro de 2019
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Joyce Maria Annichino-Bizzacchi
Beneficiário:Melissa Quintero Escobar
Instituição-sede: Centro de Hematologia e Hemoterapia (HEMOCENTRO). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:16/14172-6 - Investigação de aspectos fisiopatológicos e novas abordagens terapêuticas em doenças tromboembólicas, AP.TEM
Assunto(s):Metabólitos   Trombose   Metaboloma   Metabolômica   Ressonância magnética nuclear   Hemostasia   Hematologia

Resumo

A trombose venosa profunda (TVP) é uma doença humana relativamente comum, multifatorial, desencadeada por fatores adquiridos, ou espontânea. Uma vez que as bases moleculares da TVP ainda não foram completamente desvendadas, as atividades e os papéis de biomoléculas, metabólitos de até 1.200 Da, e de células sanguíneas estão ocupando tornam-se assuntos atrativos na área científica médica. O nosso projeto visa um estudo de metabólitos envolvidos na TVP e prevê análises metabolômicas e metabônomicas por técnicas de ressonância magnética, que serão aplicadas a amostras líquidas (soro). Apresenta uma abordagem pioneira e inédita, uma vez que não há relatos sobre o uso de RMN nessa área de pesquisa. Os estudos de pacientes com TVP por metabolômica aplicando as técnicas de espectrometria de massas (UPLC MS/MS) também são escassos. Um estudo recente relata identificação dos metabólitos do soro cujas concentrações foram alteradas quando comparados pacientes com TVP e controles saudáveis. Por exemplo, as menores concentrações de acilcarnitinas (10:1 e 16:1), as quais poderiam estar associadas com a atividade anticoagulante na ausência de fosfolipídios, foram observadas nos pacientes. As alterações metabólicas em vários lipídios especialmente em esteroides e aminoácidos estão sendo relatadas como promissoras para diferenciar pacientes que apresentaram um episódio de infarto do miocárdio trombótico daqueles não trombóticos. No entanto, devido à natureza imprevisível da trombose, sua etiologia complexa e dificuldade de modelos animais que mimetizem o humano, ainda carecem estudos das alterações no nível de metabólitos, que possam auxiliar na detecção precoce, no diagnóstico, acompanhamento da progressão ou na resposta ao tratamento da trombose. A proposta do presente projeto baseia-se nesta perspectiva, mediante a análises quantitativas de metabólitos por Ressonância Magnética Nuclear (RMN), utilizar amostras de soro de sangue de pacientes com TVP, para levantar um perfil metabolômico e metabonômico com potencial de predizer o desenvolvimento, diagnóstico ou progresso da doença e auxiliar a entender a biologia envolvida na mesma.