Busca avançada
Ano de início
Entree

Impacto da hipertensão arterial sobre os custos da atenção primária e secundária à saúde: papel da atividade física

Processo: 18/07281-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2019
Vigência (Término): 29 de fevereiro de 2020
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Educação Física
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Jamile Sanches Codogno
Beneficiário:Lionái Lima dos Santos
Instituição-sede: Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCT). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Presidente Prudente. Presidente Prudente , SP, Brasil
Assunto(s):Sistema Único de Saúde   Saúde pública

Resumo

As doenças cardiovasculares se destacam por serem responsáveis por grande parcela das mortes em todo mundo. Dentre essas, a mais prevalente é a hipertensão arterial, motivo de 9,4 milhões de mortes anuais em todo o mundo. Alta prevalência de hipertensão arterial está associada à necessidade de tratamento contínuo, fato que alavanca os custos com serviços de saúde pública, por outro lado, literatura têm mostrado relação da prática de atividades físicas e minimização de custos com saúde entre pacientes hipertensos. No entanto, ainda são poucos os estudos com essa temática encontrados na literatura nacional. Dessa forma o objetivo da presente proposta será estimar o impacto da hipertensão arterial sobre os custos com serviços de saúde da atenção primária e secundária do SUS, bem como identificar o papel da prática de atividades físicas nesta relação. Para tanto, será averiguado: i) custos com serviços de saúde (atenção primária e secundária), ii) diagnostico de hipertensão arterial, iii) nível de atividade física habitual. Os resultados serão ajustados por características demográficas (condição econômica, sexo e idade), presença de outras doenças crônicas e obesidade. A análise estatística será elaborada em modelos de equações estruturais, nos quais os custos com saúde serão tratados como variável dependente, ao passo que a pressão arterial será tratada como variável independente. A variável atividade física será tratada como variável de mediação. A magnitude deste relacionamento será expressa em valores padronizados (correlação [r]). O software utilizado será o Stata versão 13.0 e o nível de significância (p-valor) será pré-fixado em valores inferiores a 5%.

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.