Busca avançada
Ano de início
Entree

Melhoria no estado-da-arte em trocas de chaves pós-quânticas

Processo: 18/21237-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2018
Vigência (Término): 31 de julho de 2019
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Ciência da Computação - Sistemas de Computação
Convênio/Acordo: Intel
Pesquisador responsável:Marcos Antonio Simplicio Junior
Beneficiário:Marcos Vinicius Maciel da Silva
Instituição-sede: Escola Politécnica (EP). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:15/50520-6 - Criptografia pós quântica e eficiente para a construção de aplicações de segurança avançadas, AP.PITE
Assunto(s):Algoritmos   Criptologia   Protocolos   Estado da arte

Resumo

Protocolos de criptografia assimétrica normalmente são muito menos eficientes que aqueles de criptografia simétrica. Por este motivo, protocolos de trocas de chave são utilizados para ligar estes dois mundos: eles são protocolos assimétricos para transmitir uma chave simétrica entre dois participantes. Os protocolos de trocas de chaves convencionais são baseados nos problemas de fatoração de inteiros (e.g., RSA) ou logaritmo discreto (e.g., Diffie-Hellman), algoritmos que não serão mais seguros com o desenvolvimento de um computador quântico maior. Algumas famílias de problemas computacionais são resistentes a ataques de computadores quânticos (e.g., reticulados, códigos corretores de erros, isogenias de curvas elípticas), e protocolos com esta característica são chamados de "pós-quânticos". Este trabalho de pesquisa visa avaliar e melhorar protocolos de trocas de chave pós-quânticos. Para isso, serão implementados esquemas das diversas famílias pós-quânticas em ambientes de teste controlados para medir a performance e gasto de energia de tais protocolos. Possíveis melhorias de eficiência e segurança na implementação, como resistência a ataques de canal lateral, também serão propostas e avaliadas.