Busca avançada
Ano de início
Entree

Problemas relativísticos de poucos corpos e reações com antiprótons

Processo: 18/21758-2
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de maio de 2019
Vigência (Término): 30 de abril de 2020
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Física - Física Nuclear
Pesquisador responsável:Tobias Frederico
Beneficiário:Emanuel Arthur Ydrefors
Supervisor no Exterior: Jaume Carbonell
Instituição-sede: Divisão de Ciências Fundamentais (IEF). Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA). Ministério da Defesa (Brasil). São José dos Campos , SP, Brasil
Local de pesquisa : Institut de Physique Nucléaire Orsay (IPN Orsay), França  
Vinculado à bolsa:16/25143-7 - Problemas de dois e três corpos relativísticos no espaço de Minkowski em (2+1) e (3+1) dimensões, BP.PD
Assunto(s):Mésons

Resumo

O projeto a ser desenvolvido durante um ano no Institut de Physique Nucleaire d'Orsay (INPO), sob a supervisão do Prof. Jaume Carbonell, tem dois objetivos gerais: (i) realizar estudos teóricos em átomos antiprotônicos, e (ii) resolver as equações de Bethe-Salpeter de dois e três corpos no espaço de Minkowski.Para o primeiro objetivo, calcularemos as taxas de aniquilação e as larguras do protônio para diferentes interações entre o núcleon e antinúcleon, resolvendo a equação de Schroedinger em canais acoplados. Além disso, planejamos estudar átomos antiprotônicos leves resolvendo as equações de Faddeev-Yakubovski. Este estudo tem implicações importantes para experimentos, por exemplo, o experimento proposto na colaboração PUMA (aniquilação de matéria instável com anti-proton) no CERN,com o objetivo de usar antiprótons para estudos de ``pele´´ de nêutrons e de núcleos halo.Para o segundo objetivo, estenderemos nossos estudos das equações de Bethe-Salpeter de dois e três corpos no espaço de Minkowski explorando numericamente e formalmente as equações integrais singulares associadas. Um esforço especial será dedicado ao estudo dos estados ligados e de espalhamento dos sistemas de dois fermiones ou férmion-antifermion. No regime de espalhamento, esta abordagem poderia ser usada para estudar os efeitos relativísticos nas interações nucleon-antinucleon. Além disso, planejamos explorar o sistema relativístico de estados ligados de três bósons sem spin com interação de alcance finito, que está relacionado a fenômenos importantes na física nuclear e atômica.O projeto visa, assim, cobrir aplicações na física de anti-prótons de baixa energia, mas também em física relativística de alta energia, por exemplo, para a descrição de hádrons e núcleos leves. O tratamento totalmente relativístico de sistemas de poucos núcleons permitirá, entre outras coisas, melhorar a descrição das seções de choque neutrino-deutério no regime de altas energias.