Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos agudos e crônicos da redução do tempo sedentário em pacientes com artrite reumatoide: o estudo take a stand for health

Processo: 18/19418-9
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado Direto
Vigência (Início): 01 de junho de 2019
Vigência (Término): 31 de maio de 2020
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Educação Física
Pesquisador responsável:Bruno Gualano
Beneficiário:Ana Jéssica Pinto
Supervisor no Exterior: David Dunstan
Instituição-sede: Escola de Educação Física e Esporte (EEFE). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa : Baker IDI Heart & Diabetes Institute, Austrália  
Vinculado à bolsa:15/26937-4 - Estudos sobre (in)atividade física em pacientes com artrite reumatóide: caracterização, associações com a doença e efeitos da interrupção do tempo sedentário, BP.DD
Assunto(s):Reumatologia

Resumo

Pacientes com artrite reumatoide despendem a maior parte das horas diárias em comportamento sedentário (~10,3 horas; i.e., qualquer comportamento realizado na posição sentada ou deitada com um gasto energético d1,5 METs). O comportamento sedentário é um fator de risco independente para piores marcadores de saúde e mortalidade por todas as causas na população geral e em populações clínicas. Nesse contexto, novas intervenções focadas na redução do tempo sedentário seriam de grande relevância terapêutica. Até o presente momento, entretanto, estudos focados nessa área são escassos em pacientes com artrite reumatoide. Esse projeto tem como objetivo investigar os efeitos clínicos, fisiológicos, metabólicos e moleculares da redução do comportamento sedentário em pacientes com artrite reumatoide. Para isto, serão conduzidos um estudo laboratorial agudo e um ensaio clínico randomizado e controlado. O estudo agudo visa primariamente compreender os principais mecanismos que justificam os efeitos de interrupções sucessivas ao comportamento sedentário prolongado (i.e., 3 min de atividade física leve (caminhada) a cada 30 min ao longo de 8 horas) versus 30 min de exercício físico seguido por comportamento sedentário prolongado ou apenas comportamento sedentário (condição controle), em um ambiente laboratorial bem controlado. O ensaio clinico randomizado e controlado visa investigar a viabilidade e a eficácia de uma nova intervenção focada na redução do tempo sedentário em pacientes com artrite reumatoide. As pacientes serão avaliadas quanto a: (1) Comportamento sedentário e nível de atividade física; (2) Parâmetros clínicos; (3) Antropometria e composição corporal; (4) Capacidade aeróbia; (5) Função muscular; (6) Pressão arterial; (7) Parâmetros sanguíneos; (8) Parâmetros de sensibilidade à insulina; (9) Biópsias musculares; (10) Fadiga e qualidade de vida; e (11) Consumo alimentar. Adicionalmente, análises de lipidômica serão realizadas no Baker Institute. Os achados desse projeto serão de grande relevância clínica, uma vez que eles poderiam servir como base para novas prescrições focadas na redução do comportamento sedentário, que é um fator de risco importante e modificável, para pacientes com artrite reumatoide. Do ponto de vista científico, esse projeto irá gerar um corpo de conhecimento único, que tem potencial de influenciar áreas como Ciência do Exercício, Ciências Médicas; Saúde Pública e Ciências Básicas.