Busca avançada
Ano de início
Entree

Mitogenomas de corais escleractíneos em Cingapura

Processo: 18/19661-0
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Mestrado
Vigência (Início): 15 de janeiro de 2019
Vigência (Término): 14 de julho de 2019
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Zoologia - Taxonomia dos Grupos Recentes
Pesquisador responsável:Marcelo Visentini Kitahara
Beneficiário:Isabela Galvão de Lossio e Seiblitz
Supervisor no Exterior: Danwei Huang
Instituição-sede: Instituto de Saúde e Sociedade (ISS). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus Baixada Santista. Santos , SP, Brasil
Local de pesquisa : National University of Singapore (NUS), Cingapura  
Vinculado à bolsa:17/11615-7 - Filogenômica da Ordem Scleractinia (Cnidaria, Anthozoa): relações entre evolução da ordem e mudanças climáticas, BP.MS
Assunto(s):Antozoários   DNA mitocondrial   Evolução

Resumo

Corais escleractíneos são metazoários basais pertencentes ao filo Cnidaria que estão atualmente ameaçados pelo aumento da temperatura global e acidificação dos oceanos. Essas mudanças climáticas estão associadas à perda de algas simbiontes dos corais (zooxantelas), assim como à dissolução de seus esqueletos carbonáticos. A história evolutiva da ordem Scleractinia não foi completamente resolvida até o momento, especialmente em relação ao seu monofiletismo e à composição/relacionamento entre suas subordens. Uma das principais razões para essa incerteza é o pequeno número de táxons inclusos em análises filogenéticas. Nesse sentido, o Reef Ecology Laboratory (National University of Singapore) tem o benefício de estar próximo à região mais diversa do mundo em corais zooxantelados. Além disso, essas espécies de corais têm sido reorganizadas filogeneticamente durante a última década com base principalmente em sua morfologia e em marcadores nucleares e mitocondriais, o que pode levar a variações entre topologias de diferentes filogenias. Desse modo, dados de genoma mitocondrial podem gerar informação mais completa sobre a evolução dos corais. Um outro fator relevante é o fato de o Prof Danwei Huang ter estudado a sistemática dos corais zooxantelados por pelo menos uma década, de modo que o projeto de bolsa de Mestrado no país se beneficiará tanto da coleção do laboratório quanto do conhecimento e da experiência que o grupo do Prof Huang apresenta. Para os objetivos supracitados, o estágio de cinco meses da proponente deve incluir preparação de bibliotecas a partir da coleção de DNA do laboratório e sequenciamento de última geração ("Next Generation Sequencing", NGS), seguido de montagem e anotação de mitogenomas obtidos a partir desses dados. Quando os mitogenomas forem descritos, árvores filogenômicas serão construídas e tempos de divergência das linhagens serão estimados usando relógio molecular. Dados paleoclimáticos serão mapeados nas filogenias para relacionar condições climáticas pretéritas e futuras.