Busca avançada
Ano de início
Entree

Papel da Klotho na recaptação de glutamato em cultura primária de astrócitos

Processo: 18/06953-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2018
Vigência (Término): 30 de novembro de 2019
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Farmacologia
Pesquisador responsável:Cristoforo Scavone
Beneficiário:Paloma Segura de Mello
Instituição-sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:16/07427-8 - Envelhecimento e neuroproteção: ações da proteína Klotho no metabolismo energético, sinalização da Na,K-ATPase e respostas adaptativas no sistema nervoso central, AP.TEM
Assunto(s):Envelhecimento   Proteína Klotho   Glutamatos   Astrócitos   Neurônios   Cultura de células   Cultura primária de células

Resumo

O envelhecimento está associado a uma série de alterações moleculares, celulares e comportamentais, sendo portanto, um processo complexo e multifatorial. Estresse oxidativo, neuroinflamação e excitotoxicidade são características comuns a diversos processos neuropatológicos do envelhecimento como em doença de Parkinson, esclerose lateral amiotrófica, esclerose múltipla e doença de Alzheimer. O dano neuronal por excitotoxicidade ocorre, principalmente, em detrimento de deficiências astrocíticas na recaptação do glutamato extracelular, neurotransmissor excitatório importante para diversas ações no SNC. A proteína ±-Klotho é correlacionada ao aumento da expectativa de vida por suas diversas ações fisiológicas e sua diminuição ao longo do envelhecimento está crescentemente relacionada a tais processos neurodegenerativos. Evidências mostram que as proteínas Klotho são capazes de modular diretamente o recrutamento da Na+/K+ATPase na superfície celular, importante para a manutenção do gradiente eletroquímico necessário para o funcionamento dos receptores de glutamato (EAATs), em diversos tipos celulares como astrócitos e neurônios. Além disso, a Klotho é possivelmente capaz de modular canais retificadores de entrada de potássio em astrócitos necessários para a repolarização neuronal, facilitando a recaptação do neurotransmissor excitatório e capaz de controlar a produção de lactato pelos astrócitos, nutriente essencial para os neurônios. Tendo em vista as diversas possibilidades de atuação da Klotho em neurônios e astrócitos e a importância da recaptação de glutamato para evitar a excitotoxicidade e a consequente morte de neurônios, o objetivo central deste estudo é verificar o efeito dessa proteína no processo de recaptação de glutamato em cultura primária de astrócitos.