Busca avançada
Ano de início
Entree

Elucidando o limite entre espécies e a história evolutiva de borboletas Neotropicais: estudos de caso na subfamília Satyrinae (Nymphalidae)

Processo: 18/11910-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2018
Vigência (Término): 31 de outubro de 2021
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Zoologia - Taxonomia dos Grupos Recentes
Pesquisador responsável:André Victor Lucci Freitas
Beneficiário:Mario Alejandro Marín Uribe
Instituição-sede: Instituto de Biologia (IB). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Código de barras de DNA taxonômico   Inferência bayesiana

Resumo

A subfamília Satyrinae é um dos grupos mais diversos de borboletas neotropicais, com mais de 1200 espécies descritas em 137 gêneros. O grupo está amplamente distribuído na região Neotropical ocorrendo desde o nível do mar até mais de 4000 metros de altitude, sendo geralmente as borboletas dominantes na maioria dos habitas. A subfamília apresenta sua maior diversidade na Amazônia, Mata Atlântica e nos Andes. Entretanto, esta enorme diversidade é aliada à presença de vários complexos de espécies, resultando em múltiplos erros de identificação taxonômica que causam enorme confusão na literatura especializada. Atualmente, poucos estudos compararam o desempenho de diferentes métodos analíticos para delinear espécies potencialmente crípticas em insetos. Isso faz da subfamília Satyrinae um clado conceitualmente interessante, sendo um dos grupos de borboletas com uma grande complexidade no nível genético e morfológico, onde o limite entre as espécies parece não ser equivalente entre os diferentes gêneros. O objetivo da presente proposta é delimitar e entender a história evolutiva de complexos de espécies em clados selecionados de Satyrinae neotropicais. Com os resultados obtidos devem fornecer uma revisão atualizada da história evolutiva e delinear espécies dentro de clados altamente diversificados de borboletas.