Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise do perfil de resistência bacteriana frente a antimicrobianos bactericidas e bacteriostáticos, de bactérias isoladas de cães com otite, dermatite, piometra, infecções renais e abscessos

Processo: 18/07464-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de novembro de 2018
Vigência (Término): 31 de outubro de 2019
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia - Microbiologia Aplicada
Pesquisador responsável:Antonio Carlos Paes
Beneficiário:Ricardo Romera Cavallari
Instituição-sede: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Saúde pública   Medicina veterinária   Resíduos hospitalares   Farmacorresistência bacteriana   Anti-infecciosos   Doenças transmissíveis   Cães

Resumo

Desde o seu surgimento, os antimicrobianos foram largamente utilizados em todo o planeta. A prática da antibioticoterapia, por vezes abusiva, propiciou o desenvolvimento de mecanismos de resistência bacteriana. A resistência adquirida é considerada um grave problema de saúde pública, pois pode acarretar complicações médicas e gastos desnecessários para os pacientes, tanto na Medicina Humana como na Medicina Veterinária, pois a prescrição inconsequente de fármacos gera um tratamento ineficaz e o surgimento de superbactérias. Também outro grande problema da resistência aos antimicrobianos ocorre em relação ao descarte de resíduos hospitalares que são realizados de maneira inadequada, associado ao ineficiente tratamento de esgoto e dos despejos industriais em locais inapropriados, levando a um crescente e descontrolado aumento da resistência bacteriana a esses fármacos, onde as bactérias são selecionadas nesses meios repletos de fármacos e multiplicadas em larga escala, uma vez que não há, hoje em dia, algum tipo de intervenção eficaz contra essa tendência. Assim sendo, os indícios da presença dos males trazidos por esse uso indiscriminado de antimicrobianos e sua mensuração serão estudados por meio de antibiogramas em amostras de otites, dermatites, piometra, infecções renais e abscessos caninos com a finalidade de se obter fomento para a comprovação da existência de uma resistência bacteriana nos animais que são atendidos na FMVZ - UNESP - Campus de Botucatu - SP.