Busca avançada
Ano de início
Entree

O projeto estético N‚O ideal republicano dò jovem Hegel

Processo: 18/01543-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2018
Situação:Interrompido
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Filosofia - Ética
Pesquisador responsável:Vladimir Pinheiro Safatle
Beneficiário:André de Góes Cressoni
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):19/17611-9 - A estética da vida ética, BE.EP.PD
Assunto(s):Georg Wilhelm Friedrich Hegel   Immanuel Kant   Deontologia   Iluminismo   Republicanismo

Resumo

Retomando as origens do pensamento político hegeliano, o principal objetivo deste trabalho consiste em avaliar a relação entre sensibilidade e imaginação, seu lugar e estatuto na constituição de um projeto estético para a ética e política. Busca-se demonstrar como sensibilidade e imaginação são pensadas enquanto potências éticas primordiais concebidas no quadro das afecções subjetivas cujo lugar específico jaz no imaginário social comum a um povo. Enfrentando e por vezes cedendo à influência do iluminismo no ambiente intelectual de sua época, Hegel já em sua juventude ressignifica a racionalidade herdada das Luzes através do cruzamento de divervas tendências. Analisar-se-á o papel que o helenismo desempenha nessa trama e, assim, avaliar de que modo o helenismo constitui um contrapeso ao iluminismo ao se pensar um ideal republicano através deste projeto estético. Serão analisados textos e fragmentos que datam até o período de Berna de modo a integrá-los e, destarte, nos oferecer um quadro mais amplo e mais claro dos objetivos a que nos propomos. Estes consistem em explorar o modo como três orientações gerais dirigem as reflexões do jovem Hegel: a problematização da dualidade sensível-inteligível, a adesão a um ideal helênico de unidade e a ressignificação de temas centrais do iluminismo, especialmente de Kant. É com base nestes três fluxos que analisaremos como o jovem Hegel mobiliza as categorias de autonomia e simplicidade para formar os conceitos principais de seu ideal republicano, a saber, o espírito do povo, a religião sensível e a positividade. O resultado almejado consiste em demonstrar que o ideal republicano do jovem Hegel é constituído por uma temática iluminista radicalmente reformulada no interior de um helenismo indelével.