Busca avançada
Ano de início
Entree

Qualidade de interação mãe-bebê e o impacto nas habilidades do desenvolvimento infantil de crianças prematuras e a termo aos 3 meses de idade

Processo: 18/07720-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2019
Situação:Interrompido
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fonoaudiologia
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Dionísia Aparecida Cusin Lamônica
Beneficiário:Ana Teresa Hernandes Teodoro
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia de Bauru (FOB). Universidade de São Paulo (USP). Bauru , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):19/05593-6 - Treinamento de cotação dos instrumentos face-to-face still face e CARE-Index: parceria entre Brasil e Portugal, BE.EP.MS
Assunto(s):Desenvolvimento infantil   Linguagem

Resumo

Introdução: Crianças nascidas prematuras (idade gestacional < 37 semanas) apresentam maior risco para alterações do desenvolvimento global, incluindo aspectos linguísticos. O desenvolvimento infantil é decorrente de fatores intrínsecos, herdados geneticamente, e fatores extrínsecos, relacionados ao ambiente em que a criança é exposta. A interação da criança com sua mãe é base para o desenvolvimento que culmina em comportamentos adaptativos, linguísticos e cognitivos adequados. O impacto da prematuridade na interação do bebê e sua mãe carece de melhor compreensão, visto que são descritos comportamentos distintos na literatura. Objetivo: Verificar a qualidade da díade mãe-bebê e sua influência no desenvolvimento infantil de crianças nascidas prematuras e nascidas a termo aos três meses. Materiais e métodos: O projeto foi aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa com Seres Humanos (CEP) da Faculdade de Odontologia de Bauru e pela comissão científica da Fundação para o Desenvolvimento Médico e Hospitalar (FAMESP), respeitando a resolução 466/12, que versa sobre ética em pesquisas da Comissão Nacional de Ética em Pesquisa - CONEP (CAAE: 90550318.4.0000.5417). Participarão 60 díades mãe- bebê, divididas em dois grupos: 30 díades com crianças nascidas prematuras (GE) e 30 com crianças nascidas a termo (GC) nos quais serão aplicados os seguintes instrumentos: Entrevista Materna, Critério de Classificação Econômica Brasil, Face to Face Still-Face, Child-Adult Relationship Experimental Index e Teste Screening do Desenvolvimento- Denver II. As avaliações serão filmadas para análise posterior. O tratamento estatístico constará de medidas descritivas e aplicação dos seguintes testes: Teste "t" de Student, Teste "t" Pareado, Teste de Correlação de Spearman, Teste Exato de Fischer e Teste de Mann-Whitney.

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.