Busca avançada
Ano de início
Entree

Fatores preditivos de ideação suicida em estudantes da área da saúde

Processo: 18/12152-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2018
Vigência (Término): 31 de outubro de 2019
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Psicologia - Psicologia do Desenvolvimento Humano
Pesquisador responsável:Maria Cristina de Oliveira Santos Miyazaki
Beneficiário:Monique Favero Beceiro
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto (FAMERP). Secretaria de Desenvolvimento Econômico (São Paulo - Estado). São José do Rio Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Psicologia da saúde   Prevalência   Ideação suicida   Estudantes de medicina   Estudantes de enfermagem   Estudantes de psicologia   Universidades   Fatores de risco   Entrevistas (psicologia)

Resumo

Introdução: A graduação é um período de transição que demanda habilidades cognitivas e emocionais e estudantes universitários da área da saúde são considerados vulneráveis ao sofrimento psíquico. Objetivos: Identificar a prevalência de ideação suicida em estudantes da área da saúde (medicina, enfermagem e psicologia) de uma instituição pública de ensino; investigar fatores preditivos para ideação suicida: relação familiar, habilidade social, suporte social, qualidade de vida, qualidade de sono/cansaço, ansiedade/depressão/desesperança, estresse, religião, lazer, relações interpessoais, expectativa dos pais, dificuldades acadêmicas, uso de substâncias e intimidação/assédio no ambiente universitário. Casuística e Método: Estudo transversal, descritivo, quantitativo. Cálculo amostral feito a partir da incidência média de ideação suicida em estudantes da área da saúde descrita na literatura (12,67%) indicou amostra pré-determinada de 171 participantes. Estudantes de medicina, enfermagem e psicologia da FAMERP (Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto) serão sorteados de maneira randomizada e estratificada de acordo com a proporção de estudantes de cada curso e convidados a participar, respondendo aos seguintes instrumentos: Entrevista semi-dirigida; Apgar Familiar; Inventário de Habilidades Sociais (IHS); Escala de Apoio Social (MOS-SSS); Questionário de Avaliação de Qualidade de Vida (WHOQOL-bref; Inventário Maslach de Burnout; Escala de Estresse Percebido (PSS); Avaliação do Ambiente Educacional (DREEM); Índice de qualidade de sono de Pittsburgh (PSQI), Escala de Ansiedade e Depressão Hospitalar (HAD) e Inventário de Desesperança e de Ideação Suicida de Beck (BHS e BSI). O projeto foi aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa da FAMERP, com CAAE 88412318.0.0000.5415. Os dados serão avaliados quali e quantitativamente (testes não paramétricos, p<0,05).