Busca avançada
Ano de início
Entree

Influência do sistema endocanabinóide sobre o perfil energético de células neurais durante o neurodesenvolvimento: implicações na Esquizofrenia

Processo: 18/14666-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2018
Vigência (Término): 31 de julho de 2021
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Química de Macromoléculas
Pesquisador responsável:Daniel Martins-de-Souza
Beneficiário:Giuliana da Silva Zuccoli
Instituição-sede: Instituto de Biologia (IB). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Proteômica   Esquizofrenia   Metabolismo energético   Células-tronco neurais   Células-tronco pluripotentes induzidas   Organoides   Endocanabinoides

Resumo

A Esquizofrenia é um transtorno mental grave, incapacitante e incurável que acomete cerca de 23 milhões de pessoas no mundo. Dentre as hipóteses que tentam explicar as causas da Esquizofrenia, a do neurodesenvolvimento propõe que uma combinação de distúrbios genéticos e ambientais desde o desenvolvimento do sistema nervoso in utero são fundamentais no surgimento desse transtorno, que geralmente se manifesta no final da adolescência/início da idade adulta. Diversos estudos realizados em tecido cerebral de pacientes com Esquizofrenia coletados postmortem apontam para disfunções no metabolismo energético e processos mitocondriais. Resultados recentes do nosso laboratório mostraram alterações de metabolismo energético em células-tronco neurais (NSC) e neurônios derivados de células-tronco de pluripotência induzida (iPSC) de pacientes com Esquizofrenia, evidenciando que tais alterações podem ser observadas durante o neurodesenvolvimento. Sabe-se que a modulação do sistema endocanabinóide é importante para processos-chave do neurodesenvolvimento e que pode regular a bioenergética neuronal. Dessa forma, o presente projeto se propõe a derivar organoides cerebrais e células neurais a partir de iPSC de pacientes com Esquizofrenia, recapitulando assim os processos que ocorrem durante o neurodesenvolvimento, e avaliar a situação do metabolismo energético e oxidativo desses organoides e células neurais antes e após tratamento com canabinóides. (AU)