Busca avançada
Ano de início
Entree

Aplicação de nós sensores no monitoramento de variáveis do solo associadas a escorregamentos

Processo: 18/15869-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de novembro de 2018
Vigência (Término): 29 de fevereiro de 2020
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Geociências - Geologia
Pesquisador responsável:Ana Elisa Silva de Abreu
Beneficiário:Malena D'Elia Otero
Instituição-sede: Instituto de Geociências (IG). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas, SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:17/50343-2 - Plano de desenvolvimento institucional na área de transformação digital: manufatura avançada e cidades inteligentes e sustentáveis (PDIp), AP.PDIP
Assunto(s):Riscos ambientais   Geotecnologias   Rede de sensores sem fio   Sistemas de alerta   Desastres ambientais

Resumo

Desastres associados a escorregamentos têm se tornado cada vez mais frequentes, devido, entre outros fatores, à urbanização das cidades em áreas mais suscetíveis a ocorrência deste tipo de fenômeno geológico. Os sistemas de alerta antecipados constituem uma medida não estrutural para a prevenção destes desastres, pois objetivam emitir alertas à população para que esta tenha tempo suficiente de adotar ações que reduzam perdas e danos. A utilização de nós sensores, através da implantação de Redes de Sensores Sem Fio (RSSF), como parte de um sistema de alerta antecipado para escorregamentos vem gradativamente aumentando, com resultados promissores. Nós sensores apresentam como vantagens: monitoramento em tempo real, alta resolução, baixo custo e altas capacidades de processamento e armazenamento de dados. Esta pesquisa pretende testar em laboratório a capacidade de sensores de baixo custo, a saber: acelerômetros e sensores de umidade FDR, de identificar sinais indicativos da iminência de ocorrência de escorregamentos e verificar a possibilidade de incorporação destes sinais em um sistema de alerta antecipado. Para tanto, será utilizada uma caixa experimental adaptada para simulação de deslizamentos, que será preenchida com solo em condições variáveis de compacidade e de umidade, no qual os sensores serão instalados. Pretende-se, assim, estudar o comportamento do solo antes da ruptura em cada condição e avaliar a resposta obtida com os sensores em cada caso. Os resultados da pesquisa contribuirão para ampliar o conhecimento do uso destes sensores com a finalidade de monitoramento de encostas e verificar a aplicabilidade dos mesmos para definição de níveis de alerta em áreas de risco associado a escorregamentos. (AU)