Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento e caracterização de nanocelulose e estudos de impacto ambiental

Processo: 18/21985-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2019
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2019
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Analítica
Pesquisador responsável:Danielle Goveia
Beneficiário:Vinicius de Jesus Carvalho de Souza
Instituição-sede: Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus Experimental de Itapeva. Itapeva , SP, Brasil
Assunto(s):Química ambiental   Impactos ambientais   Materiais nanoestruturados   Nanocelulose   Metais   Matéria orgânica   Substâncias húmicas   Linter

Resumo

As nanopartículas estão emergindo como objeto de pesquisa em todos os campos da química, suas propriedades especiais são motivo de preocupação, pois uma parcela considerável destes materiais é eliminada no ambiente. Um ponto chave da discussão é como as nanopartículas irão interagir com outros componentes em águas naturais. Neste projeto o objetivo principal será desenvolver um nanomaterial com capacidade complexante com metais partindo de línter de algodão. O material desenvolvido em escala nanométrica será aplicado em estudos de interação com íons metálicos na presença de substâncias húmicas aquáticas. Pretende-se fazer a diferenciação de íons metálicos livres e lábeis, usando a nanocelulose obtida e matéria orgânica na forma de substâncias húmicas aquáticas (extraídas de amostras coletadas em mananciais ricos em matéria orgânica). Pretende-se simular os sistemas ambientais e verificar a competição entre os complexantes e verificar como as partículas de nanocelulose influenciam nas interações entre o metal e a matéria orgânica. A diferenciação dos íons livres e complexados será feita usando um sistema de ultrafiltração equipado com membrana de polietersulfone (1KDa) e determinação dos metais por espectrometria de absorção atômica com atomização em chama e/ou forno de grafite.